O que eles disseram: Confira as declarações dos protagonistas da Etapa 8

“Foi um ano de alguns imprevistos, liderei boa parte da temporada e em Goiânia cai para a segunda posição com os descartes. Chegamos aqui com o objetivo de ganhar corrida e ser o mais rápido possível. Consegui vencer ontem após perder a pole. Hoje, mesmo fazendo contas a prova foi difícil, tive que me defender para terminar com o título. Ontem as coisas se alinharam e o título ficou na nossa mão. Feliz pelo sétimo título e mais uma vitória em Interlagos.”

Miguel Paludo

“Cheguei para a última corrida como líder, depois de um ano muito constante. Infelizmente fui traído pelos bons resultados e tive que descartar mais pontos que eles. Precisava chegar na frente deles para vencer, mas ontem o Miguel venceu e dificultou a jornada, hoje ele precisava me segurar e conseguiu. Pensamento no ano que vem para conseguir o título. Feliz com a boa temporada que tivemos em 2021.”

Werner Neugebauer

“Foi um ano bom, eu e o Edu Guedes brigamos bastante ao longo do ano. A vitória dele ontem dificultou as pretensões de título. Fiz minha parte hoje vencendo e podendo comemorar o título junto com ele no pódio da F1. Hoje é aquela sensação de terminar em segundo, mas com gosto de vitória.”

Bruno Campos

“Foi muito especial poder voltar a categoria e ainda mais andando bem. Precisei de um tempo para me readaptar ao carro e as pistas. Todos me ajudaram muito no começo, a me superar por conta dos problemas no meu braço, todos me puxaram para cima e não me deixaram desistir. Percebi que podia ser campeão e me dediquei para isso e consegui o campeonato.”

Edu Guedes

“Foi sensacional a experiência. Todos esperavam um show de automobilismo. Não esperava esse segundo lugar, largando do fundo do pelotão eu esperava um top6. Foi um formato super assertivo do Dener e da organização da categoria. Estava na mesma condição que o Ricardinho e sabia que nosso ritmo era parecido, não consegui passar ele no começo e ficamos na disputa até o final. Fica a sensação de que poderíamos ter levado o Porsche pra casa, um gostinho de quero mais. Agradeço ao Franco por me permitir andar com ele nessa corrida e ter a chance de correr em Interlagos com o autódromo cheio e na preliminar da F1.”

César Ramos

“Sentimentos confusos pelo campeonato de Sprint, nosso desempenho era muito bom para brigarmos pelo título, mas ficamos de mãos atadas nessa etapa, o carro não tinha velocidade e não conseguimos desenvolver todo nosso potencial. Estava muito pronto para levar mais esse título. Parto para o Junior Program com a cabeça boa e em busca de ser o primeiro brasileiro a vencer esse evento.”

Enzo Elias

“O Azevedo chegou na 12ª posição e teve a chance de escolher a mesma posição, acabamos optando pela 13ª posição por ganhar um pneu a mais e cinco quilos a menos no carro. Consegui largar bem e me posicionar bem nas tomadas iniciais. Sabia que quem estava na minha frente estava com o equipamento mais deteriorado que o meu. Sabia onde atacar cada um dos adversários analisando as características de cada um deles. Passei um por volta, mas em momentos certeiros e pontos diferentes da pista. Na relargada foi administrar a posição para trazer o carro para casa.”

Ricardo Mauricio

“Muita gente boa correndo na OAKBERRY All-Star Race. Foi um espetáculo e as coisas se encaixaram para nós. Foi uma experiência demais, a Porsche Cup surpreendeu e inovou. Muda muito a dinâmica, estratégia, pneu, peso e a decisão sendo feita ali no momento.”

Eduardo Azevedo

“Esse carinho do público que esteve comigo por muito tempo na F1 estava bem saudoso pela falta de um brasileiro na F1. Fico feliz em dar um pouco de alegria para eles nesse começo de domingo. Foi uma corrida muito boa, tomei um toque no começo que dificultou as coisas, mas com essa energia vindo das arquibancadas eu fui para cima, sou movido a energia.”

Rubens Barrichello

“Concluímos todos nossos objetivos traçados no começo do ano. Conseguimos vencer a Sport, ganhar corrida na geral e marcar a pole no maior grid da história da categoria. agradeço a todos que estiveram comigo nessa temporada por me ajudar a vencer todos os objetivos.”

Renan Pizii

“A corrida hoje foi muito difícil, larguei com pneu usado que me tirou o ritmo durante a corrida. A largada no Nelson foi muito boa também. Sabia quantos pontos eu precisava e me concentrei em fazer meu dever de casa para garantir o título.”

Lucas Salles

“Uma pena perder o título mesmo sendo o maior pontuador da temporada. Gabaritar a etapa da F1 foi incrível, a sensação é única. Contente com o desempenho em Interlagos, principalmente na segunda corrida. Disputar com o Lucas foi difícil durante o ano todo, acreditei até o fim que poderia ser campeão. Vamos pensar em 2022 e na decisão do Endurance.”

Nelson Monteiro

“Foi muito bom, temporada ótima! O Matheus trabalhou bastante comigo aqui e deu resultado conquistando o título no fim do campeonato.”

Ricardo Fontanari

“Terminamos o ano feliz com o desempenho. O descarte nos fez perder o título apesar de ser o maior pontuador. Estou feliz com o resultado total do ano e com o desempenho. Pronto para brigar por mais um campeonato em 2022.”

Marçal Müller

“Desde o começo do ano na Carrera Cup eu achei que fosse ser mais fácil, perdi muitos pontos com quebras e acidentes. Tiver que ir pro tudo ou nada nas últimas etapas. Consegui um duplo P1 e P2 em Goiânia e em Interlagos. Foi mais difícil do que eu esperava, mas estou muito feliz. Três títulos em três anos na categoria.”

Nelson Marcondes

PARCEIROS