O que eles disseram: Confira as declarações dos protagonistas da Etapa 9

“Primeiro quero agradecer ao Dener e a categoria, ao Luiz também, meu engenheiro na Stock. Ao Dudu, meu parceiro aqui nos últimos 12 anos. Duas vitórias consecutivas para nós, no All-Star Race e agora nos 500km, uma prova onde você tem muito mais estratégia, mais paradas no box. Tivemos uma penalização, mas hoje a estratégia foi perfeita na corrida. O ritmo do Dudu foi fundamental para nossa vitória, ele foi muito constante e entregou o carro em ótimo estado para mim. O safety assustou um pouco pois nossa vantagem de 15s desapareceu, os dois retardatários foram importantes para ajudar a garantir a vitória.”
Ricardo Maurício

“Corremos com o carro branco na All-Star e deu certo, preferi a superstição e mantive ele branco para a Endurance. Classifiquei mal ontem e hoje fui para o all-in na prova, larguei para cima e isso nos ajudou muito. Agora é só comemorar nossa vitória.”
Eduardo Azevedo

“Deu tudo certo, que corrida maluca foi essa! Lideramos o primeiro stint inteiro, nos envolvemos nas disputas e no final deu tudo certo. Terminei o ano com quatro títulos, Overall, e todos da Endurance, Geral, Sport e Trophy. Esse ano é da Farben. Foi um ano perfeito, infelizmente não veio o título na Sprint, mas muito contente em vencer meus primeiros campeonatos na Carrera. ”
Enzo Elias

 

“Quem começou a carreira no virtual sabe como é difícil, quem está no real também passou por dificuldades. Hoje minha carreira nas pistas completa 20 anos e finalmente veio meu primeiro título no automobilismo real. A espera foi longa demais. A corrida foi muito boa, me envolvi em brigas, pensei no campeonato e trouxe o carro para casa. Nossa principal disputa era o título aqui em Interlagos.”
Jeff Giassi

“Estratégia foi a definição dessa corrida. Quero dividir aqui o prazer que foi correr junto com esses dois caras incríveis, o Pizzonia e o Hellmeister. Essa vitória é para todos que nos apoiaram nessa temporada.”
Nelson Monteiro

“Muito honrado pelo convite de integrar o carro deles. Estava parado há dois anos, é difícil voltar a andar depois de tanto tempo parado. Tive alguma dificuldade no começo, mas consegui me adaptar bem e ajudar eles a conquistar o título.
Antonio Pizzonia

“Missão mais do que cumprida. Conseguimos ser campeões que buscávamos há muito tempo. O nível era muito alto, nos levou ao limite e isso foi ótimo.”
Alan Hellmeister

“Foi uma corrida incrível, a melhor da minha vida eu diria. Fomos o carro mais rápido do dia, se tivesse mais algumas voltas de bandeira verde a gente com certeza ganharia a prova. Parabéns ao Edu e ao Ricardinho pela estratégia e terem acertado o momento certo de parar nos boxes, mas estávamos em condições de vencer a prova.”
Rodrigo Mello

“Foi uma corrida difícil, tanto fisicamente quanto mentalmente. Tenho que tirar o chapéu para o Rodrigo Mello, ele foi importantíssimo na corrida, fez um ótimo stint em condições desafiadoras e me entregou o carro em boas posições. A estratégia foi muito boa, na nossa estratégia a vitória teria sido nossa, mas faz parte de corrida essas confusões que definem a corrida. Os 3.8 no final entre nós foi fundamental para não vencer. Parabéns ao Dener pelo evento espetacular.”
Nelson Piquet Jr

“A equipe toda fez um bom trabalho, o safety car no final ajudou muito aqui, mas os retardatários atrapalharam a ação contra os líderes. Carro muito bom, nos atrapalhamos no pit que pode ter nos custado a vitória no geral e na classe. Já estou pensando no ano que vem.”
Matheus Iorio

“Andar no 3.8 é complicado quando você anda no 4.0, fiz uma prova de readaptação em Goiânia, voltei pra Carrera para a final de Sprint e de novo no GT3. Me adaptei bem na corrida e conseguimos um ótimo resultado no final das contas.”
Marçal Müller

“Que sonho dividir o carro e a pista com esses meninos, foi a melhor corrida da minha vida. Conturbada, cheia de eventos ao longo dela.”
Ricardo Fontanari

“Ser campeão em um campeonato tão competitivo e importante como a Porsche é um sonho para mim. E não teria conseguido isso sem a ajuda dos meus amigos Marcio Mauro e Ramon Alcaraz, que foram determinantes para essa conquista, além do meu chefe de equipe Fabio Carbone, meu anjo da guarda Fabinho e todos os que trabalham nos nossos carros. Este título vem para coroar o nosso projeto Equivoco Racing, que termina seu primeiro ano com esta taça e o vice-campeonato no geral com o Marçal. É nosso!”
Paulo Totaro

“A largada foi muito complicada, alguns acidentes no começo dificultaram muito nossa jornada. Tive que ter muita cabeça para conseguir escapar e entregar o carro para o Carlos e para o Caio em boas condições. Quero parabenizar a corrida do Collet. Ele foi fundamental para conquistarmos essa vitória no final.”
Edu Guedes

“Foi uma prova bem legal e muito difícil. O safety no final ajudou muito a vencer a corrida, eramos segundo no momento e consegui passar depois disso. Agradeço a oportunidade de poder andar aqui com eles e conquistar essa vitória na classe.”
Caio Collet

“Foi demais a corrida, com muita emoção no final. Essa entrada do safety no final foi para animar ainda mais a prova. Conseguimos fechar com chave de ouro vencendo nas últimas voltas, o Caio foi incrível, esse menino é gigante.”
Carlos Ambrósio

“Sempre muito difícil andar, nos concentramos em fazer o melhor de nós aqui. Muito orgulhosa em fazer parte dessa equipe e levar o automobilismo para outras mulheres. Concentração e entregar o máximo foram chave para chegar no pódio. Tivemos que pegar o carro reserva ao longo da prova, mas conseguimos imprimir um bom ritmo.”
Carol Aranha

“Foi uma ótima corrida, falei para as meninas que a Endurance é questão de calma, constância e se livrar das encrencas. Não conseguimos escapar de todas, mas sobrevivemos a grande maioria delas, foi demais ter esse time só de meninas comigo. Quem sabe não reunimos essa mesma equipe na próxima temporada.”
Bia Figueiredo

“Foi uma jornada muito bacana e de muito aprendizado, com o carro e com as meninas. Foi muito bom mesmo e a etapa ainda acabou com um troféu indo pra casa, espero poder voltar mais vezes.”
Bruna Tomaselli

“Foi uma prova muito legal, agradeço a Porsche Cup e ao Sergio. Ele nunca havia andado no carro antes desse ano. A corrida foi difícil, largamos muito do fundo do pelotão, mas nosso ritmo era ótimo e de quem poderia brigar na frente. Se não fosse isso, brigaríamos pela vitória. Muito feliz e já querendo as próximas.”
Pedro Boesel

“Conseguimos nosso segundo pódio na categoria, vim de um quinto lugar em Goiânia e agora melhoramos ainda mais o resultado. O campeonato é muito organizado, é muito bom andar aqui, me divirto muito. Foi emocionante a corrida, classificamos mal, o Pedro tomou um toque que desalinhou o carro e mesmo assim conseguimos chegar no pódio, foi emocionante.”
Sergio Sette Câmara

PARCEIROS