Lance a Lance – Confira o resumo da Prova 1 da GT3 Cup

Assim como na prova da Carrera Cup, os carros largaram sob regime de safety-car em fila indiana.

Raijan Mascarello não teve dificuldade de segurar a liderança quando veio a bandeira verde. Daniel Correa seguiu, mas sofreu assédio de Leo Sanchez. Quem brilhou na relargada foi Ricardo Fontanari, superando Lucas Salles antes do S do Senna, manobra que foi acompanhada por Cristian Mohr.

Lineu Pires e Ayman Darwich tiveram contato no fim da reta e contornaram o S do Senna pela área de escape. Edson dos Reis passou os dois por fora na reta Oposta na sequência.

Líder do campeonato e da corrida, Raijan logo foi abrindo vantagem, catapultado por voltas mais rápidas em sequência. Em segundo, Correa era muito atacado por Leo Sanchez e, com isso, Nelson Monteiro e Fontanari chegaram para a disputa.

Na sexta volta, Sanchez atacou Correa por dentro e por fora na reta Oposta. Mas o carro #69 soube se defender com eficácia na descida do Lago.

Cristian Mohr atacou Nelson Monteiro na volta 7, mas o #87 neutralizou o assédio. Ocorre que Ricardo Fontanari leu bem a manobra e soube se posicionar com habilidade para passar Mohr por fora no Laranjinha logo a seguir.

Sanchez desgarrou um pouco no fim da reta Oposta na volta 10, e Monteiro colou na traseira do carro #15. Mas tampouco conseguiu concretizar a ultrapassagem.

Pela classe Trophy a batalha era duríssima também, envolvendo o líder Bruno Campos, Gustavo Farah e Edu Guedes.

No início da volta 12, ao tentar atacar Mohr pelo sexto lugar e também pressionado por André Gaidzinski, Lucas Salles travou roda e passou reto no fim da reta. Tanto o Porsche #14 quanto o #22, de Caio Castro, aproveitaram a oportunidade para ganhar posições. Vina Neves e Ayman também superaram Salles no processo.

Na penúltima volta os pilotos da classe Trophy protagonizaram eletrizante pega. Bruno Campos tentou de todo jeito conter o ataque de Edu Guedes, mas a ultrapassagem foi inevitável no Laranjinha. Colado na dupla, Farah quase aproveitou a brecha para avançar junto.

Correa travou pneus na última freada do S do Senna e mesmo assim controlou o ataque de Sanchez.

Alheio às disputas, Raijan venceu com direito a Grand Chelem e 9.3s sobre Correa. Este ficou a 0.150 de Sanchez, o vencedor na classe Sport. Nelson Monteiro e Fontanari completaram o pódio geral. Pela classe Trophy, em 15º, Edu Guedes levantou a vitória.

Depois do pódio, Mascarello sorteou o número 8, determinando a respectiva inversão de grid. Assim Gaidzinski larga em primeiro no domingo e tem Caio Castro ao seu lado.

PARCEIROS