Lance a Lance: Confira como foi a Prova 3 da Carrera Cup

Com a inversão de sete posições no grid, a pole position da corrida de encerramento da temporada, a pole position ficou nas mãos do hexacampeão Miguel Paludo. O gaúcho partiu para a prova final com um carro reserva, emprestado por Adalberto Baptista.

Os carros se acomodaram bem no “S” do Senna após a largada. Miguel manteve a liderança à frente de Baptista. Elias, Kaesemodel e Hahn completavam os cinco primeiros. Pela Sport, Rodrigo Mello, que só entrava na corrida para evitar a bandeira preta e confirmar o título, era o líder da divisão, em décimo no geral.

Hahn passou Lico no fim da reta na volta 2, e, na reta oposta, houve o contato entre os carros de Aguiar e Neugebauer. Na terceira volta, Elias forçou a barra para cima de Ricardo Baptista no Laranjinha e conseguiu a ultrapassagem se espremendo. Com isso, Müller também chegou para a disputa.

Na volta seguinte, Hahn conseguiu grande manobra sobre Müller por fora e assumiu o quarto lugar. Na segunda metade da corrida, quem passou a se destacar no pelotão foi Neugebauer, em recuperação após a rodada fruto do contato com o carro de Aguiar no início. Na nona volta, ele já aparecia disputando o décimo lugar com Azevedo.

Faltando cinco minutos, Miguel seguia soberano na ponta, com mais de um segundo de margem para Elias, e este tinha 1s5 de frente para Baptista. Hahn ainda ameaçava o terceiro lugar de Ricardo, com Müller em quinto. Neugebauer já era o nono, e a seguir vinham os carros da Sport, com Mello em primeiro, Azevedo em segundo, Pizii, Lara e Billi.

A duas voltas do fim, Marçal conseguiu passar Hahn e assumiu o quarto lugar. Lico tentou seguir na mesma balada e também passou, com algum contato entre os carros. Feldmann aproveitou e superou o carro #12.

Alceu, Lico e Hahn trocaram tinta na abertura da última volta, o que possibilitou a Boesel chegar para a briga pelo último pódio do ano. Como verdadeiro campeão, Paludo ganhou pela quinta vez no ano, de ponta a ponta, chegou à 17ª vitória em Interlagos, com a bandeirada dada pela esposa Patrícia e o filho Oliver.

Elias terminou em segundo, com Baptista em terceiro, Müller em quarto e Feldmann em quinto, à frente de Boesel, Hahn e Kaesemodel, que caiu para oitavo. Na classe Sport, Mello venceu a corrida e o campeonato, com Pizii em segundo, Azevedo, Lara e Ziemkiewicz completando o pódio.

PARCEIROS