Garanta Seu Ingresso

História sendo escrita

A jornada da Porsche Cup no Velocitta deixou marcos históricos para dois pilotos históricos do grid dos carros de competição mais produzidos do planeta. Miguel Paludo e Nelson Marcondes atingiram respectivamente 150 e 50 corridas cada um na categoria.

Hepta campeão da Porsche Cup, Paludo é o oitavo piloto que mais vezes viu as luzes se apagarem na categoria. o piloto completou 150 largadas. O piloto é detentor de diversos recordes da categoria e outras marcas que credenciam Paludo como um dos maiores nomes que já aceleraram nos carros de competição mais produzidos do planeta. 

Até o final da temporada, Paludo poderá entrar no top5 de pilotos com o maior número de provas da Porsche Cup. Já o detentor da posição número 1, Ricardo Baptista, com 237 corridas, ainda está distante do Piloto Brandt.

Maior vencedor de corridas em Interlagos, com 18 vitórias, segundo maior vencedor geral da categoria, com 36 tentos, dono do recorde da categoria no palco que mais vezes recebeu provas da Porsche Cup. Essas são apenas algumas marcas que Paludo detém.

“É gratificante chegar nesses números dentro da categoria, eu particularmente peguei diversas mudanças nos carros até chegar ao 992, além do começo do público. Consegui vitórias e conquistei campeonatos em todos os carros que eu andei da categoria, além de vencer em todos os anos que estive no grid. É um objetivo que me coloquei na carreira de obter vitórias em todos os anos.”

Miguel foi além, o desempenho do #7 é compatível com história de cinema. Nos anos que não se sagrou campeão, o gaúcho terminou na segunda posição nas corridas curtas. 

O piloto busca o tricampeonato consecutivo nas provas de curta duração, tendo vencido em 2020 e 2021. Não só nas corridas curtas ele mostrou sua intimidade com a máquina. Paludo também já coletou vitórias na Endurance Series dentro dessas 150 largadas overall pela categoria, além de ter conquistado um título nas corridas de longa duração

“Feliz por estar muitos anos na categoria, ter vivido essa evolução dos carros e da organização e conquistar marcas expressivas nos anos que estou aqui. Espero que essas 150 largadas se tornem mais 150 e as marcas importantes continuem aparecendo para mim.”

Outra marca importante da etapa do Velocitta, que atingiu na mesma corrida que Paludo foi Nelson Marcondes, o #199 chegou a 50 largadas pela categoria desde que retornou ao automobilismo.

Marcondes voltou aos carros de corrida de forma dominante, conquistando diversos títulos e em 2020 teve a temporada perfeita na 3.8, se sagrando campeão geral, da classe Sport e da Endurance como rookie. Além de conquistar o caneco entre os estreantes da Carrera Cup na temporada 2021.

O piloto não esconde a felicidade com o casamento de sucesso que teve junto com os carros de competição mais produzidos do planeta. “Nem nos melhores sonhos da minha vida eu imaginava que essa volta daria tão certo. Fiquei 5 anos longe das pistas. Meu sonho é chegar a 15 anos na Porsche Cup, estou no quinto, pretendo fazer mais 10 e quero ser campeão em todos os anos que acelerar na categoria.”

Os números não mentem, o piloto tem tido sucesso quando acelera o #199. Ele pontua dedicação e o amor ao automobilismo como fatores importantes que contribuíram para seu crescimento dentro da Porsche Cup.

“As marcas são importantes, mas quero seguir ganhando títulos enquanto alcanço esses números. Estou na briga pelo campeonato geral nos 991/2, carro que ganhei entre os rookies na temporada passada e agora encaro o desafio de ser um dos remanescentes do grid de 2021 para a temporada de 2022.”

Nelsinho espera conquistar seu “título anual” na Sprint para alçar novamente voos maiores na Cup encarando novamente a Carrera Cup nas próximas temporadas e fazer sua estreia no novíssimo 992.

PARCEIROS