Hexacampeão da Porsche Cup, Miguel Paludo estreia no sábado em sua volta à NASCAR em Daytona

Primeiro contato dele com o carro na pista será na hora de alinhar para a largada

Miguel Paludo inicia no sábado (20) sua jornada de volta à NASCAR. Nosso hexacampeão, que participará de três eventos da categoria mais popular do automobilismo estadunidense enfrentará um desafio novo em sua vitoriosa carreira nas pistas.

Por conta dos protocolos rígidos para o enfrentamento da pandemia de Covid-19, a organização do campeonato retirou os treinos livres e classificatório do evento, portanto os pilotos alinharão suas máquinas diretamente no grid para a prova.

Todos os 40 competidores vão direto para a prova de 52 voltas (ou 187,7 milhas). Paludo parte da 35ª posição no grid de largada. A corrida tem transmissão ao vivo para o Brasil na Fox Sports, com largada marcada para as 19h de sábado (horário de Brasília).

O “roval” de Daytona é a versão do mítico superspeedway, que combina parte de altíssima velocidade do traçado oval com um técnico trecho misto. Embora tenha conquistado uma pole-position pela Truck Series no oval, esta será a primeira vez do piloto gaúcho acelerando no “roval”.

Paludo dedicou totalmente os primeiros 45 dias de 2021 à preparação para o desafio proporcionado pela BRANDT, respeitando obviamente todas as limitações impostas pelo cenário de pandemia nos EUA.

Foram horas no simulador, incluindo a participação na versão virtual das 24H de Daytona. Os treinos físicos também foram aprimorados, combinando a prática de crossfit a longas sessões de corridas a pé mesmo sob o frio de temperaturas próximas de zero na Carolina do Norte. Horas e horas foram gastas na sede da JR Motorsports, desde a preparação da posição de banco e comandos no painel do Camaro #8 até o contato com os spotters, engenheiros e estrategistas da equipe comandada por Dale Earnhardt Jr.

“A expectativa é enorme e me preparei da melhor forma possível para a batalha. Será inédito na minha carreira correr sem participar de treinos livres nem classificação, mas a NASCAR colocou recentemente a regra dos segmentos, com bandeiras amarelas programadas durante a prova e isso pode nos ajudar a ir acertando o carro ao longo da corrida. Tive muito trabalho de simulador e muito trabalho com os engenheiros analisando dados das corridas passada para pegar o maior repertório possível. Quero agradecer novamente à BRANDT pela oportunidade de levar novamente o Brasil à NASCAR. O carro mudou bastante desde a última vez que andei, então vai ser um processo muito legal de adaptação e estou preparado para isso.”

Neste sábado, a partir das 19h, a bandeira brasileira retorna à principal categoria do esporte a motor na América do Norte para o primeiro capítulo de uma trilogia que passará também pelo Circuito das Americas e por Mid-Ohio em 2021.

Hexacampeão da Porsche Carrera Cup brasileira, o piloto BRANDT tem em sua carreira na NASCAR 87 largadas, a maioria pela Truck Series. Na divisão das picapes, Miguel competiu 69 vezes, terminando um terço delas no top10. Ele fez também duas aparições na Nationwide Series (nome anterior da Xfinity Series) e teve como melhor resultado a 13ª posição em Watkins Glen na temporada 2012.

 

PARCEIROS