Uma estratégia de All-Star

Pela primeira vez na história a Porsche XP Private Cup colocou na pista um evento único. A OAKBERRY All-Star Race. Grandes estrelas do automobilismo nacional embarcaram nos carros de competição mais produzidos do planeta em busca de um prêmio nunca antes visto, um novíssimo Porsche 718 Spyder.

A dupla que venceu a emocionante disputa foi de Eduardo Azevedo e Ricardo Mauricio. O tricampeão da Stock Car mostrou por que é considerado um dos melhores pilotos de GT do país e deu um show em Interlagos de ultrapassagens e estratégia.

Largando da 13ª posição, com 3 pneus novos e um usado, além de 20kg de lastro. Mauricio sabia que teria um equipamento melhor que os concorrentes à sua frente, que sofreriam com o desgaste dos pneus usados e do peso extra. Então partiu para uma corrida cerebral, medindo cada uma das ultrapassagens.

“Consegui uma boa largada e me posicionei bem para escapar dos incidentes que aconteceram na primeira curva. Sabia que meu equipamento era melhor do que os que estavam na minha frente, e que eles começariam a sofrer com desgaste. Depois disso foi só ter cabeça de entender o melhor momento de passar cada um deles. O Gui Salas, por exemplo, estava com o carro muito dianteiro, então sabia exatamente a curva que eu tinha que atacá-lo.” disse Mauricio.

Com ultrapassagens medidas à perfeição, Ricardinho assumiu a liderança antes da metade da prova e ainda conseguiu economizar equipamento antes da entrada do safety-car programado.

Depois disso, foi defender a posição dos ataques de César Ramos, sempre usando a cabeça e achando os melhores posicionamentos na pista para evitar que os concorrentes conseguissem concretizar o ataque que tomaria a liderança do #90.

O resultado não poderia ter sido melhor: Além do degrau mais alto no pódio logo antes da largada da F1, a dupla levou para casa o maior prêmio do automobilismo nos últimos tempos.

PARCEIROS