Com um Porsche 718 Spyder como prêmio, Porsche XP Private Cup realiza All-Star Race no dia do GP de F1 em Interlagos

Competição em duplas vai conferir ao titular do carro vencedor um Porsche 0km

Além das quatro corridas que promove desde 2005 em Interlagos dentro da programação da principal categoria do mundo e que vão definir os vencedores dos acirradíssimos campeonatos de sprint em 2021, a Porsche XP Private Cup realiza neste ano a All-Star Race.

A prova será divida em duas partes de 25 minutos mais uma volta cada, sendo a primeira parte de responsabilidade do piloto titular da Porsche Cup e a segunda a cargo do convidado.

As duas acontecem no domingo antes do GP São Paulo de F1. A metade inicial será a 12ª e última corrida do campeonato de Sprint da Porsche XP Private Carrera Cup, definindo os títulos de 2021.

Será um tremendo desafio para os titulares, pois além do desfecho do campeonato é fundamental entregar os carros no melhor estado possível para os convidados. A estes cabe a fase final da disputa, que premiará o titular do carro vencedor com um Porsche 718 Spyder zero quilômetros avaliado em a partir de R$ 739 mil.

É o maior prêmio do esporte a motor brasileiro na temporada.

Os convidados terão direito apenas a um treino livre de 30 minutos na sexta e vão competir domingo com os carros nas condições em que estiverem depois da corrida dos competidores titulares.

O regulamento específico da All-Star Race combina uma série de elementos para proporcionar chances de vitória a todos, com uma gama de normas nunca usada nas mais de 400 corridas promovidas pela Porsche XP Private Cup nos últimos 16 anos.

Os principais fatores serão a distribuição de lastro e de zero a quatro pneus novos para os carros conforme suas posições de largada para o segmento final. Também haverá uma bandeira amarela programada na metade da corrida, no intuito de aproximar todos os competidores.

Não haverá treino classificatório para os convidados. Valorizando a melhor estratégia e o conhecimento que os pilotos titulares têm dos carros com pneus gastos e mais ou menos lastro, as posições de largada dos convidados serão escolhidas pelos titulares, na ordem de chegada da Carrera Cup. As primeiras filas do grid levam mais lastro e nenhum pneu zero, as intermediárias menos peso extra e mais pneus novos e as últimas zero lastro e quatro pneus Michelin zero.

O dono do Porsche 718 Spyder zero será o piloto titular cujo convidado receber na frente a bandeira quadriculada da All-Star Race no próximo dia 14 de novembro.

O que ele disse:

“Estamos muito motivados com a promoção da All-Star Race. Todo ano buscamos inovar em nosso evento dentro do GP de F1 e agora chegamos, com o respaldo da Porsche, a esse modelo de competição com um prêmio incrível. O dono do Porsche 718 Spyder será determinado ao final das duas partes da corrida, conforme o desempenho das duplas.
Para os pilotos titulares, será um grande desafio. Eles estarão disputando o título do campeonato, então não podem ser conservadores; mas tampouco podem arriscar demais a ponto de prejudicar o carro para os convidados. Depois tem toda a estratégia entre titular e convidado, para a dupla achar em conjunto o melhor compromisso para a disputa no domingo.
O formato do evento foi pensado para colocar todos no páreo e promover um grande espetáculo com os Porsche de competição na vitrine máxima do automobilismo mundial, que é a F1”
Dener Pires, promotor da Porsche XP Private Cup

PARCEIROS