Resumo de 2021 – GT3 Cup: Emoção até as últimas curvas

A temporada da Porsche XP Private GT3 Cup protagonizou uma das brigas mais intensas pelo título dos últimos anos. Lucas Salles x Nelson Monteiro. Salles dominou boa parte da temporada, foi quem mais venceu e quem mais fez pole-positions ao longo do ano. Foram quatro triunfos para o #7. Monteiro por outro lado chegou na última etapa empatado com Salles, mas sem vencer nenhuma vez até então. O piloto do #87 pontuou em todas as etapas e ambos chegaram em Interlagos empatados em 147 tentos.

Prevaleceu as vitórias de Salles. Apesar da dobradinha do #87 durante a preliminar da Fórmula 1, o campeonato ficou com o #7 nos descartes, coroando uma temporada brilhante do piloto.

A classe Sport da GT3 foi a primeira a conhecer seu campeão. Ricardo Fontanari garantiu o título já no sábado contra seu concorrente Caio Castro. Em sua segunda temporada na categoria, a primeira completa, “Fonta” coletou duas vitórias e 10 pódios totais na classe Sport. O estreante Caio Castro foi o segundo colocado conquistando uma vitória por sua classe no domingo de F1, além de ter atingido um feito inédito: venceu pela categoria geral em Intelagos, mais cedo no ano, no que se tornou o 100º vencedor diferente da Porsche Cup Brasil.

Pela classe Trophy a disputa foi acirrada. Edu Guedes, um velho conhecido dos carros de competição mais produzidos do planeta retornou ao grid e travou com Bruno Campos uma batalha digna de campeões. Guedes venceu três, enquanto Campos levou a melhor em cinco baterias. A regularidade do #9 prevaleceu no fim do campeonato dando o título ao experiente piloto em seu ano de retorno a categoria.

A GT3 Cup recebe em 2022 os 911 991/2 que atualmente disputam a Carrera Cup, o que promete uma disputa ainda mais intensa nos carros de 4.0 litros.

PARCEIROS