Perfil piloto: Chico Horta: o carro mais Rock ‘N’ Roll da Porsche Cup

Todos os fãs da Porsche Cup reconhecem de longe quando Chico Horta está na pista. Dono de um dos designs mais marcantes do nosso grid, o piloto leva em seu carro a ilustração de “Eddie the head” mascote da banda britânica de heavy metal, Iron Maiden. O piloto do carro mais rock and roll do nosso grid é o personagem do perfil dessa semana.

Oriundo de uma geração que acompanhou Ayrton Senna e Nelson Piquet acelerarem seus Fórmula 1 mundo a fora, Chico Horta cultiva a paixão por carros e pela velocidade desde muito jovem.

Aquela paixão de garoto começou a tomar forma de um 911 GT3 Cup tarde na vida de Horta. Fã declarado da Porsche, o piloto conquistou seu primeiro modelo de rua morando em Londres por conta do trabalho. Na terra da rainha, ele se juntou ao Porsche Clube inglês. As experiências de pista começaram no lendário traçado de Silverstone para aquele piloto que entrou de forma tardia no automobilismo.

Voltando ao Brasil, Chico ingressou no Porsche Clube brasileiro. A chegada na categoria aconteceu por meio de um amigo que também frequentava o clube e fez o convite para ele conhecer a Porsche Cup Brasil.

O primeiro contato de Chico Horta com um carro de corrida aconteceu em um evento chamado “Time Attack” que a Porsche Cup organizou no ano de 2015.

Em 2016 fez suas primeiras corridas na categoria, mas foi apenas em 2017 que Chico Horta correu a temporada completa da Porsche Cup pela primeira vez. No ano seguinte, a glória máxima alcançada. Título para ele um ano após sua primeira temporada completa.

Falando em 2018, Horta lembra com felicidade daquela temporada.

“Tudo era novidade para mim. No ano anterior, tive meu primeiro contato com o carro e com todos os circuitos que corremos. Alguns dos pilotos já haviam corrido em todos eles e eu não, tinha que aprender as manhas do carro e das pistas. Já em 2018, além de conhecer as pistas e entender melhor o carro, consegui ser rápido e ter cabeça durante toda a temporada”

E desde então Chico é figurinha carimbada no grid da Porsche Cup.

Como já comentado no começo desse perfil, uma das histórias mais marcantes de Chico Horta é em relação ao seu carro. Tudo começou em 2018, numa prova em Interlagos. Durante a volta de apresentação, seu carro quebrou e ele precisou recorrer ao carro reserva.

Mas, naquela etapa em Interlagos, o carro reserva tinha algo especial. O 911 GT3 Cup havia sido preparado para o lendário vocalista do Iron Maiden, Bruce Dickinson. Com o número 666 e Eddie The Head estampado no carro.

Chico não percebeu de cara de qual carro se tratava, por conta das movimentações para recoloca-lo no grid inicial da prova.

Ele só percebeu que havia corrido no carro do vocalista do Iron Maiden depois de vencer aquela etapa. Sim! Correndo com o carro reserva e todo preparado com referencias ao grupo britânico.

Chico que é um fã declarado da banda, depois de perceber tudo que havia acontecido, foi falar com o dono do carro e agradecer o empréstimo.

O layout seguiu com o carro #77 até os dias atuais da Porsche Cup, e, segundo ele vai seguir acompanhando até o final de sua trajetória na categoria.

Saindo do mundo do automobilismo, Chico Horta é completamente o oposto de seus carros chamativos. Muito discreto fora das pistas. Ele trabalha no mercado financeiro, com gestão de patrimônio. Bem diferente da adrenalina que ele enfrenta nos finais de semana de etapa.

Fã de esportes dos mais variados gêneros, Horta nos contou que hoje, seu favorito, além das pistas, é a bicicleta. Pois é um esporte que te exige muito preparo e disciplina.

Uma curiosidade que poucos sabem sobre ele é que Chico Horta é fã assumido de obras de arte. Inclusive é diretor voluntário do MUBE, em SP.

Voltando a falar das pistas, hoje, seu maior sonho como piloto é continuar evoluindo dentro do automobilismo. E poder ganhar o respeito de outros pilotos por conta de seu desempenho e resultados dentro das pistas. Além de evoluir no entendimento dos carros e pistas.

Dono de rituais inusitados antes das provas, você sempre encontrará Chico Horta usando meias roxas por baixo do macacão. Segundo o próprio, esse é o segredo da velocidade. E não para por aí: seu outro talismã é o poder emanado pelo Rock ‘n’ Roll. O mascote Eddie é seu outro ponto de superstição antes das provas. E o rock não fica apenas no carro. Antes das corridas ele sempre ouve o gênero para se concentrar. Iron Maiden é figurinha carimbada na playlist de corrida dele.

Gostou de conhecer sobre nosso piloto do carro #77? Quer conhecer mais pilotos do nosso grid? Fique ligado no site da Porsche Cup para conhecer os demais pilotos da categoria.

PARCEIROS