Garanta Seu Ingresso

Perfil do Piloto: Conheça um pouco mais sobre Nelson Monteiro

Nelson Monteiro é figurinha carimbada no grid da Porsche Cup desde 2018, ano de sua estreia. Mas, antes de falarmos sobre a trajetória dele junto com os carros de competição mais produzidos do planeta, vamos conhecer um pouco mais sobre seus caminhos até o grid da Cup.

Nelson cresceu em uma época onde acompanhar o automobilismo era parte da rotina de uma grande parcela da população brasileira. As manhãs e tardes de domingo eram recheadas de pé em baixo e bons duelos acompanhando os ídolos da infância, Nelson Piquet e Ayrton Senna.

“Eu acho que a paixão pela velocidade nasce com você, ela vem de dentro. Mas, cabe a você desenvolver essa paixão. Se aquilo vai ser só um interesse em corridas ou vai se tornar algo que faça parte do seu dia a dia.”

O caminho dele até a Porsche Cup não passou pelas disputas de kart, onde todo garoto entra sonhando em chegar na Fórmula 1, não passou também pelos monopostos. Seu trajeto até nosso grid foi completamente diferente.

Aquela chama de paixão pela velocidade permaneceu acesa dentro dele, mesmo depois da aposentadoria de Piquet e da perda de Senna precocemente. E esse fogo voltou a arder forte nos anos de 2012 e 2013, quando Nelson começou a fazer eventos de track day no Campo de Marte, em eventos de aceleração.

Aqueles momentos não estavam sendo o suficiente, Monteiro queria algo mais próximo de uma aventura real nas pistas. Então comprou de uma categoria que havia encerrado as atividades recentemente um carro preparado para as pistas.

Também começou a participar dos track days promovidos pela Porsche, que acompanhavam os eventos da Porsche Cup.

Em 2018 então foi para Curitiba, junto com a Porsche Cup para testar o carro na primeira etapa daquela temporada. Apesar dos testes, Nelson decidiu não correr, por não conhecer a pista tão bem quanto a da etapa seguinte, que seria em Interlagos. Dener Pires, organizador da categoria prontamente disse para ele que aquela etapa faria falta no final do ano, mas ele pouco acreditou que em seu ano de estreia estaria brigando pelo título no final daquela temporada.

A estreia veio na etapa seguinte em Interlagos com dois pódios e, no final daquele ano, a etapa de Curitiba realmente fez falta na disputa pelo título. Quatro pilotos chegaram para a preliminar do GP Brasil com chances reais de se sagrarem campeões, e Nelson Monteiro era um deles.

Nelson trabalhou na Porsche Cup com dois nomes importantes no automobilismo nacional, na sua temporada de estreia, Ruben Carrapatoso foi seu grande mentor no desenvolvimento dentro da categoria. Desde o ano de 2019, quem acompanha e auxilia suas empreitadas na pista é o amigo e também piloto da Porsche Cup, Alan Hellmeister.

Fora das pistas, Nelson é um cara muito dedicado ao trabalho, as atividades profissionais que exerce no ramo do direito tributário tomam boa parte da sua agenda, com o tempo livre que lhe resta, usa de diferentes métodos para aprimorar o seu grande hobby, que é o automobilismo. Desde atividades na academia, até treinos no kart.

Nelson lembra com carinho de uma etapa no Vello Città onde largou da pole-position para vencer a primeira prova. Na segunda, a inversão de grid não impediu o piloto de coroar o final de semana perfeito. Vitória na segunda bateria e “hat-trick” para ele.

Muito apegado a família, tem em seu pai e sua filha os grandes ídolos e incentivadores dentro das pistas.

Monteiro também destacou o clima dos bastidores da Porsche Cup, onde além de correr contra pilotos muito competentes, ele teve a chance de conhecer novas pessoas, fazer novas amizades e transformar aquele clima maravilhoso de um final de semana de etapa em algo ainda melhor para todos.

PARCEIROS