Pedrinho Aguiar: O pupilo do Junior program que já corre como gente grande

O grid da Porsche Cup é repleto de histórias diferentes, tanto dentro quanto fora das pistas. Pedrinho Aguiar, nosso personagem dessa semana é mais um exemplo de como nossos pilotos têm raízes diferentes.

Desde jovem, Pedrinho sempre teve paixão pelo automobilismo. Mas, diferente de outros, não correu de Kart desde muito jovem. Pelo contrário, sua trajetória nas pistas começou em 2016, em uma clínica de pilotagem ministrada por Roberto Manzini.

No meio tempo entre o curso de pilotagem e sua chegada na Cup, Aguiar experimentou um outro caminho do automobilismo: Os carros de fórmula. Tendo disputado uma temporada pela extinta Fórmula Inter.

Com experiências tanto nos carros de turismo quanto nos carros de fórmula, Pedrinho elencou que a principal diferença na pilotagem entre eles é o estilo de direção. Apesar de ambos serem carros de corrida, os monopostos se apresentaram mais fáceis de controlar para o nosso piloto. Outra diferença que sentiu quando saiu da extinta categoria para a Porsche Cup foi na potência dos carros: o 911 GT3 Cup que Pedrinho pilota conta com 470hp em seu motor, quantidade muito superior aos carros que havia guiado até então.

Seus primeiros contatos com a Porsche Cup aconteceram pelo Porsche Junior Program, onde obteve destaque desde as primeiras voltas e se credenciou como um dos jovens talentos que passaram a integrar o grid dos carros de competição mais produzidos do planeta.

A evolução de Aguiar foi meteórica. Pouco depois de entrar na categoria já figurava na briga com os principais nomes do grid. E isso se explica pela dedicação do nosso piloto. Além de acelerar o 911 GT3 Cup, Pedrinho se dedica nos simuladores. Segundo ele, mesmo não sendo 100% fiel a realidade, o automobilismo virtual ajuda muito a conhecer os traçados por onde ele vai acelerar com o carro real.

Em paralelo aos esforços no Porsche, o jovem piloto também competiu no ano de 2019 em um campeonato de Endurance, onde andou com um protótipo, que o ajudou muito a entender as manhas das pistas e do carro.

Quando não está usando o capacete e vestindo o macacão, Pedrinho Aguiar é um cara completamente diferente da adrenalina das pistas. A começar por seu estilo musical, não muito presente na maioria dos boxes, Pedrinho é fã de música clássica. Com muitos hobbies, Pedrinho também é fã da culinária e nos garantiu que seu hambúrguer defumado na churrasqueira é um dos melhores do mundo! Os que provaram sempre lhe falaram isso, de acordo com o piloto que terminou no Top 10 da Carrera Cup em 2019.

Um hobby que voltou a acompanhar o dono do carro #20 foi a bicicleta. Quando jovem, ele andava com a “magrela” com frequência, mas foi se distanciando dela com o tempo. O período de quarentena reaproximou os dois velhos conhecidos. “Nesses últimos 3 meses, já pedalei pelo menos uns 1000km” disse Aguiar. Para completar esse número impressionante, boa parte desses quilômetros foram registrados nas estradas de terra do interior de São Paulo, pela região de Americana, onde o piloto reside.

Aguiar mira um final de 2020 promissor. O piloto almeja brigar para estar entre os cinco melhores colocados até o final da temporada. E, em um futuro próximo, disputar o título da Carrera Cup.

PARCEIROS