Lance a Lance: Confira como foi a Prova 3 da GT3 Cup

O sorteio determinou que haveria a inversão de oito posições no grid de largada na GT3. Com isso, Darwich ficou com a pole position, mas o nome da largada foi Urnhani, que assumiu a liderança com autoridade. Horta também largou bem e passou para segundo, à frente de Ayman, Sanchez e Mauro.

Na segunda volta, Sanchez mergulhou por fora de Darwich e tomou o segundo lugar. Mauro tentou acompanhar mas não efetuou a manobra. Com a ultrapassagem, Leo alcançou a liderança da classe Sport. Na volta seguinte, Mauro tracionou melhor na subida do Café, chegou com mais velocidade no fim da reta e passou Sanchez.

Em seguida, Darwich tentou passar Sanchez no fim da reta oposta, mas o piloto do carro #15 aplicou um “X” que Alcaraz tentou seguir sem sucesso. Logo atrás, a disputa era intensa envolvendo Urubatan, Salles e Monteiro.

Após largar em último, Marcondes já duelava na quinta volta pelo décimo lugar com Billi. Nessa mesma volta, Horta chegou definitivamente em Urnhani para desafiar o carro da Michelin pela liderança da prova.

Faltando 14 minutos, Horta passou Urnhani no fim da reta oposta. O piloto do carro #26 tentou aplicar o “X”, mas houve o contato entre as duas máquinas, que foram para área de escape. Mauro herdou a liderança. Chico e César conseguiram seguir na prova.

Urubatan Jr. avançou para quinto na oitava volta ao superar Sanchez no fim da reta oposta. A 10m30 da abertura da última volta, Marcondes, Monteiro e Alcaraz vieram num “three wide”. Marcondes ficou para trás, Alcaraz rodou, e Monteiro teve de tirar o pé para não bater. Com isso, Marcondes ganhou duas posições, avançando para oitavo.

Faltando 2m30, Billi passou Sanchez, e Marcondes aproveitou a balada para superar Salles e tentou ainda passar Leo no “S” do Senna, sem sucesso. No minuto final, Horta baixou para apenas 0s3 a desvantagem para Mauro, enquanto Urnhani seguia em terceiro à frente do líder da Sport, Darwick. Urubatan, Billi, Sanchez, Marcondes e Salles vinham a seguir.

Na abertura da última volta, Sanchez recuperou a sexta posição ao ultrapassar Urubatan no fim da reta, Darwich respirou em quarto, e Marcondes, em oitavo, vinha sem tomar riscos para sacramentar o segundo título em dois dias.

Com direito a volta mais rápida no fim, Mauro não permitiu que Horta atacasse no fim e confirmou a segunda vitória na Porsche Cup, com Urnhani em terceiro. Mais atrás, Billi emparelhou com Ayman, mas este cruzou à frente por apenas 0s006 e venceu na Sport.

Sexto no geral, Sanchez foi o segundo na classe, com o campeão da Sport, Nelson Marcondes, em segundo. Completaram o pódio da classe, Danilo e Eduardo Menossi.

PARCEIROS