Garanta Seu Ingresso

Leia: expectativa dos pilotos para a Etapa 4 – Velo Città

Confira abaixo as declarações de alguns dos pilotos que disputarão as categorias Cup e Challenge neste final de semana, em Mogi Guaçu.

Minhas memórias do Velo Città são ótimas. No ano passado estreei com minha primeira pole na Cup naquele autódromo. Agora, neste ano, estamos liderando o campeonato e vamos com energia positiva e muito foco para ter uma boa tomada de tempo e corridas sólidas para buscar ainda mais pontos na liderança

LICO KAESEMODEL

A expectativa é muito boa para competir no Velo Città, onde sempre fui rápido. No ano passado fui duas vezes pro pódio sem ter conhecimento prévio da pista. Gostei muito de andar lá e estou em segundo no campeonato. Então vamos procurar fazer boas corridas lá e recuperar os pontos perdidos em Curitiba em função da má sorte de estar no lugar errado numa largada

MIGUEL PALUDO

Tive um início de campeonato desastroso mas em todas etapas o carro estava muito rápido e competitivo. Na última etapa de Curitiba consegui me livrar dos acidentes e fazer duas corridas consistentes. A diferença para o líder é enorme e muito difícil de tirar. O foco é tentar fazer minha parte na pista brigando por mais vitórias, afinal, no automobilismo não podemos prever resultados pois tudo pode acontecer

PEDRO QUEIROLO

Eu continuo focado e trabalhando duro. Já foi metade do campeonato e são sete pontos de vantagem na Cup Sport. Não é tanta coisa, mas tem uma gordurinha. Acho que o Velo Città é uma pista mais equilibrada porque o pessoal não tem tanta quilometragem lá e tende a equilibrar mais. Vou fazer o de sempre: ficar atento o fim de semana todo e trabalhar para terminar nos pontos. Se os concorrentes bobearem, vou pro pódio de novo

MARCIO BASSO

A meta é sair liderando. O objetivo é claro: manter a primeira posição no campeonato. Então não importa a posição que a gente fique na corrida, desde que saia continuando em primeiro na tabela, estamos satisfeitos. Se eu terminar em penúltimo, com o concorrente em último, está bom

CRISTIANO PIQUET

Tenho que considerar que todos terão um descarte no campeonato. O meu eu já perdi com o resultado da última etapa, o que é uma pena porque meu carro quebrou quando estava em segundo na corrida e ficaria na vice-liderança no campeonato, reduzindo a diferença para o líder. Aí com a quebra acabei caindo na classificação. Mas com o descarte acho que ainda tenho chance. Só que de qualquer forma acredito que vou mais descompromissado um pouco nessa etapa. Meu negócio agora é correr, fazer minha prova, ir pra cima, tentar ganhar a etapa e torcer para que as coisas passem a correr a meu favor e me permita descontar pontos dos líderes

RODRIGO MELLO

Estou muito contente com a liderança na Challenge Sport na minha temporada da estreia com carros de corrida. Passou a primeira metade do ano e a meta é trabalhar para continuar aprendendo e manter a boa fase em mais uma pista onde nunca acelerei. Mas tenho o sonho de ganhar também no geral, o que ainda não aconteceu. Então se tiver a oportunidade de lutar pela vitória na Challenge vou trabalhar para buscar essa conquista

ELOI KHOURI

Sempre gostei da categoria vendo meu pai correr. Então surgiu a oportunidade de fazer um teste com o carro da Challenge e gostei muito da experiência. Também é minha primeira vez no Velo Città e espero aproveitar ao máximo o tempo de pista aqui e curtir a corrida

CHRISTIAN HAHN

PARCEIROS