Garanta Seu Ingresso

Julio Campos: “Provas de longa duração são um sucesso”

Às vésperas da segunda etapa da Porsche GT3 Cup Endurance Series em 2016, competidores recorrem ao entrosamento com sua dupla, ao planejamento estratégico e até ao retrospecto de sucesso na pista para alimentar as expectativas de bons resultados em Goiânia. Leia abaixo as declarações dos competidores sobre a prova de longa duração deste próximo sábado (22/10).

Declarações dos pilotos

Foi um ano incrível até aqui, com a conquista do título de sprint por antecipação. Não pude correr a primeira de endurance e achei que isso poderia até dificultar minha vida na etapa passada de sprint em Curitiba, por falta de ritmo de corrida. Mas felizmente venci as duas e garanti a conquista, o que me rendeu inclusive a chance para competir agora em dupla com o Zonta com as cores da Shell. Então estou muito feliz

LICO KAESEMODEL

Estou bem animado e com muita vontade de guiar. Na passada eu ia com o Tom, mas ele acabou se machucando. É a primeira vez que poderei realmente guiar esse carro, tão elogiado, tanto nos treinos como na corrida, já que a quilometragem que acumulei até agora foi pouca, no trabalho de coach que fiz algumas vezes

DANIEL SERRA

Acredito que esta corrida será mais difícil do que os outros dois endurances que disputamos. Além de todos estarem mais adaptado ao tipo de prova, teremos duplas de alto nível. Será um grande desafio pra mim e para o Allam, mas estamos focados em buscar uma nova vitória

MARCELO HAHN

Estas provas da Porsche estão se transformando em grandes eventos e para mim é um prazer imenso estar nesta disputa ao lado do Marcelo, um parceiro de tantos anos. Confio muito na sintonia da dupla para que busquemos a vitória mais uma vez. A prova será bastante equilibrada. Tem vários nomes de peso no grid. Isso mostra a força da categoria

ALLAM KHODAIR

Estou muito motivado e feliz pelo momento. Tiramos segundo lugar na primeira corrida de 300 km e agora com o Justin indo para o Brasil garanto que será uma experiência muito boa. É um carro totalmente novo para ele e o pessoal da Brandt vem em peso acompanhar na pista. Então estou muito entusiasmado e espero trabalhar para que ele se adapte rápido ao carro, o que não tenho dúvidas que acontecerá. Então vamos tentar dar o máximo de tempo possível para ele nos treinos e então fazer a estratégia para o fim de semana. Ano passado venci em Goiânia e fiz dois segundos lugares, então tenho um retrospecto positivo também

MIGUEL PALUDO

Nem preciso dizer que tenho uma relação especial com Goiânia, onde disputei duas corridas do Milhão, fiquei em segundo na primeira e venci a outra. Correr aqui de com um carro fantástico como o Porsche vai ser uma delícia. Por outro lado, é uma responsabilidade grande também, já que estarei dividindo o carro com um bicampeão da Porsche Cup. Fiquei muito honrado com o convite do Ricardo Baptista e tenho certeza que a grande experiência dele ajudará na minha rápida adaptação ao carro, para que a gente possa mais uma vez sair com um grande resultado de Goiânia

THIAGO CAMILO

É uma das pistas onde mais andei no Brasil. Antes de andar na F3 a temporada passada eu fiz testes lá. Depois andei mais duas vezes de F3 em competições e outra duas de Marcas. Ainda no final do ano de F3 treinei antes da etapa final em Interlagos. Então é uma das pistas que mais conheço e onde venci de Marcas. Acho que é uma das pistas mais legais do Brasil, com uma estrutura muito boa. O Jimenez também conhece bem, correu lá neste ano já de Stock Car. Então a expectativa para a prova é a melhor possível. Todos os carros da categoria são iguais e não tem aquela coisa que acontece lá fora de uma pista ser favorável para um carro e a outra para o outro

RODRIGO BAPTISTA

Vamos animados pra Goiânia. O calor estará forte e acho que isso será uma coisa a mais para apimentar a corrida que é longa. Tanto eu quanto o Rodrigo já andamos lá, mas não de Porsche. Mesmo assim isso facilita. Vamos acelerar para buscar o melhor resultado possível e subir no pódio

SERGIO JIMENEZ

Gostei muito de ter participado da primeira etapa da prova de endurance da Porsche. O carro é muito bom e a prova de longa duração dá alguns ingredientes a mais, onde a estratégia é muito importante. Fiquei muito feliz pela dupla com o Lico, que conheço há muitos anos e, vem fazendo uma grande temporada como líder da categoria

RICARDO ZONTA

Tenho uma parceria bem antiga com o Figueirôa, onde faço o trabalho de coach com ele na Porsche, fiquei muito feliz com o convite para dividir o carro com ele. As provas de longa duração são um grande sucesso na Porsche e espero fazer um ótimo trabalho

JULIO CAMPOS

Esta será a minha segunda prova de endurance na categoria. E quero correr da mesma forma que na primeira. Sem nenhum tipo de pressão ou cobrança. É um desafio e um aprendizado também. Mas é claro que vamos brigar para vencer novamente

CHRISTIAN HAHN

Com os resultados, algumas batidas e quebras da sprint, acabei sem chance do campeonato das corridas curtas e acabei me concentrando no titulo da endurance em 2016. Acho que minha dupla com o Tom é muito consistente e no ano passado quase ganhamos a corrida na geral –só não venci por causa do safety-car. Tem duplas bem fortes, mas temos bastante chance em Goiânia. Espero lutar pelo pódio junto com o Tom e, se possível, pela vitória

RODRIGO MELLO

A situação no ranking overall da Challenge me anima mais ainda para competir neste sábado em Goiânia junto com o Mauricio Salla. Corremos juntos na sprint e travamos belos pegas ao longo do ano, sempre com ritmo bem próximo. Acho que não devemos ser a dupla mais rápida da pista, mas com certeza seremos uma das mais constantes –e já vimos na primeira prova de endurance que isso é fundamental. Vamos trabalhar na estratégia, para tentar cumprir o objetivo de chegar ao pódio outra vez

RAMON ALCARAZ

PARCEIROS