Túnel do Tempo: Corridas históricas da Cup – “2007 – Fim de semana triplamente especial”

A Porsche Cup Brasil entra no túnel do tempo para celebrar os 15 anos dos carros de competição mais produzidos do planeta em solo nacional.

Nossa viagem dessa semana é para o ano de 2007, especificamente para um final de semana que com certeza não vai sair nunca da cabeça de nosso campeão Ricardo Baptista.

A temporada de 2007 foi dominada por Ricardo Baptista. O piloto ganhou nada menos do que seis corridas das 16 que a temporada teve. Além disso, acumulou impressionantes 15 top5 em 16 corridas.

Mas a temporada de Ricardo ficou marcada em um final de semana específico. Nossa máquina do tempo nos leva ao final de semana de 20 e 21 de outubro de 2007. A corrida em questão: preliminar do GP Brasil de Fórmula 1.

O final de semana mais esperado do calendário do automobilismo nacional era quando a F1 desembarcava em solo nacional para decidir mais uma temporada. A Porsche Cup Brasil participava desses finais de semana abrindo o domingo de velocidade em Interlagos.

A atmosfera no lendário traçado paulista era diferente naquele final de semana. O sol brilhava sobre os 4.309 metros da pista, as arquibancadas lotadas davam um ar diferente para aquela prova.

A pole position daquela corrida foi marcada pelo convidado Oliver Maximin, piloto francês que corria a Supercup. Ricardo Baptista largou na segunda posição e Tom Valle largou em terceiro. Após a bandeirada inicial, Tom Valle roubou a posição de Ricardo Baptista e assumiu a segunda posição. Mas ainda na mesma volta, na curva do café, Baptista recuperou sua posição inicial.

A caçada de Ricardo Baptista a Oliver Maximin durou até a entrada do safety car. Logo após a relargada, o piloto do carro #27 fez o ataque ao líder e conquistou a primeira posição, de onde não sairia até o final daquela corrida.

“Eu só tive tranquilidade na última volta da corrida! O Olivier largou na pole, ficamos em primeiro e segundo até o safety car entrar na pista. Consegui passar ele e ficar na frente até a penúltima volta. No laranjinha o Olivier me deu um toquinho e perdi um pouco a curva, vi ele e o Tom Valle me passarem. No final da reta dos boxes eles se tocaram e eu assumi a liderança de novo”.

Mas o final de semana de alegrias para Ricardo Baptista não acabaria por ali. O dia seguinte à vitória na corrida da Porsche Cup reservou outro momento marcante na vida dele. Seu filho veio ao mundo no dia seguinte, 22 de outubro de 2007.

“Minha esposa teve algumas contrações no sábado antes da corrida, fomos para a maternidade, mas meu filho não nasceu e voltamos para casa. No domingo fui para a corrida e ela ficou em casa. Quando cheguei em casa, já na noite de domingo, ela voltou a ter contrações, e dessa vez era definitivo. Saímos na segunda do hospital com um membro novo na família!”.

Sem dúvidas um final de semana que ficou marcado para sempre na vida do nosso bicampeão: Venceu na preliminar da F1, sagrou-se Campeão da Porsche Cup, e, para fechar com chave de ouro, acompanhou o nascimento de seu filho no dia seguinte.

Foi no lugar mais alto do pódio que Ricardo fez sua homenagem: “embalou” seu troféu, em alusão ao gesto imortalizado por Bebeto, na Copa do Mundo de 1994.

A retransmissão dessa corrida histórica acontece sábado às 14h no canal oficial da Porsche Cup Brasil no YouTube. Luc Monteiro é o responsável por nos contar as emoções daquele final de semana que entrou para história de Ricardo Baptista e da Porsche Cup Brasil.

 

PARCEIROS