Túnel do Tempo: Confira as corridas históricas da Cup – “2005 – A decisão do 1º campeão”

A Porsche Cup Brasil entra no túnel do tempo para celebrar os 15 anos dos carros de competição mais produzidos do planeta em solo nacional.

Nossa viagem é para 2005, ano de estreia da categoria aqui no Brasil, mais precisamente para o último final de semana da temporada, na sétima etapa daquele ano.

A disputa pelo título do campeonato ainda estava aberta, Beto Posses liderava a primeira temporada da Cup, seguido por Luís Zattar e Totó Porto. A decisão da temporada ficou para as últimas largadas do ano, no autódromo de Interlagos.

O clima de decisão pairava sobre o traçado paulista. O grid inicial contava com Totó Porto alinhando seu carro #3 na posição de honra, Beto Posses e Luís Zattar largaram na parte da frente do pelotão também. A disputa pela prova e pelo título prometia muita emoção no último final de semana da temporada.

Era um dia nublado em Interlagos. O título da temporada poderia ser definido por Beto Posses com um terceiro lugar em qualquer uma das corridas daquele final de semana. Aos concorrentes Totó Porto e Luís Zattar restava torcer para Posses não pontuar naquele final de semana e buscar a vitória em ambas as provas.

Beto Posses lembra dos desafios vividos naquele ano “Foi um prazer correr aquela primeira temporada da Porsche Cup. E uma honra maior ainda ter sido o primeiro campeão. Nenhum de nós imaginávamos na época que a Cup teria as proporções que tem hoje em dia.”

O carro que compunha o grid da Cup era um desafio a parte. Diferente dos carros atuais, na época os pilotos ainda aceleravam um Porsche 996 manual, o que era um desafio extra na hora da corrida.

“O Totó era o craque da época, ele já tinha experiências anteriores importantes no automobilismo, eu e o Zattar estávamos em um patamar bem parecido de experiência, então foi uma temporada muito bacana em termos de disputa, nós três fizemos uma competição muito bonita”

Ao longo do ano todo, os três pretendentes ao título dominaram o topo do grid. Totó porto venceu impressionantes seis corridas das 13 disputadas naquele ano. Tudo isso com 62 anos de idade nas costas, porém com imensa bagagem no esporte a motor em seu favor.

Totó contou que a experiência de correr a primeira temporada da Porsche Cup Brasil foi marcante para ele, pois estava afastado dos esportes a motor naquela época. A idade não pesou para o veterano piloto que conseguiu se manter na disputa com seus adversários mais jovens. Totó contou que na época dividia as pistas com o escritório. “Na hora do almoço, tirava o terno, vestia o macacão e ia fazer a classificatória na pista. Tomava um banho rápido e vestia o terno novamente para voltar ao escritório” lembrou o piloto.

“Já tinha uma bagagem no automobilismo antes de competir na Porsche Cup em 2005. Já havia corrido diversas provas, mas estava parado havia alguns anos. Não à toa corri aquela temporada com 62 anos nas costas, era o piloto mais velho do grid. Lembro algumas coisas dessa temporada, sei que fiz diversas poles e conquistei 6 vitórias. O título não veio pois não consegui competir em uma das etapas.”

A temporada foi decidida em favor de Beto Posses, o campeão de 2005 conseguiu o terceiro lugar que lhe renderia o título, logo na primeira prova daquele final de semana, mesmo não tendo completado a última corrida. Totó Porto foi o grande vencedor daquela etapa, cruzando a linha de chegada na primeira posição em ambas as corridas.

O compilado do final de semana em questão será retransmitido pela Porsche Cup no sábado 06 de junho em seu canal oficial do YouTube. Luc Monteiro fica encarregado da narração do compilado que decidiu a temporada de abertura da Porsche Cup Brasil, com direito a um depoimento exclusivo dos dois protagonistas daquela etapa, 15 anos após o acontecido.

PARCEIROS