Garanta Seu Ingresso

Raijan Mascarello confirma boa fase no Velocitta e é o pole na Challenge

Raijan Mascarello foi o mais rápido nas duas sessões de que participou na tomada de tempo e vai puxar a fila na prova de abertura da segunda etapa de 2022. Ele prevaleceu depois de uma memorável disputa com Marcelo Tomasoni no Q3.

No primeiro grupo quem ditou o ritmo foi Gustavo Zanon com a máquina #33. Ele registrou 1:32.292 em sua melhor passagem.

Como no treino livre da véspera, Marcio Mauro iniciou o Q2 ditando o ritmo. Até que na metade da sessão teve seu tempo superado por Urubatan Junior. Deu o troco na passagem seguinte.

Mas Raijan Mascarello vinha forte e assumiu a ponta a 4 minutos do final.

Nos dois minutos finais, Marcelo Tomasoni, Cristian Mohr e Daniel Correa entraram no top5.

Guilherme Bottura se segurava no top10 para avançar ao Q3. Ele era o segundo da classe Sport, atrás de Miguel Mariotti.

Líder do campeonato, Nelson Marcondes vinha em 11º e acabou rodando na curva 2 ao tentar entrar no top10.

Avançaram para a fase decisiva, nesta ordem: Raijan, Mohr, Urubatan, Tomasoni, Correa, Mauro, Vina Neves, Mariotti, Ricardo Fontanari e Bottura.

O Q3 foi marcado por um duelo entre Marcelo Tomasoni e Raijan Mascarello. O #80 vinha com a vantagem nos dois minutos finais e acabou favorecido também por uma bandeira amarela no setor 2, o que forçou alguns carros a aliviarem o ritmo.

Tomasoni teve ainda uma chance final para tentar desbancar Raijan da pole, mas não conseguiu atingir a marca de 1:30.235 necessária.

Mohr, Correa e Fontanari completaram o top5. Em sexto, Bottura foi o mais veloz na classe Sport.

O que ele disse:

“Foi ótimo. Fui primeiro no Q1 e agora também. Claro que a meta é a corrida, mas aqui tem que largar na frente, porque ultrapassar no Velocitta sempre é complicado”
Raijan Mascarello

PARCEIROS