Perfil do Piloto: Conheça um pouco mais sobre Guilherme Reischl

Em 15 anos de Porsche Cup é difícil encontrar alguém que seja mais apaixonado por velocidade que Guilherme Reischl. O automobilismo está em sua vida desde cedo, mais precisamente a relação com as pistas começou aos 11 anos de idade, fazendo trabalho de bandeirinha durante algumas etapas. E desde então essa paixão por encostar o pedal do acelerador no assoalho só cresceu.

Fã declarado de carros com tração dianteira e dessa paixão Guilherme começou a correr o Regional de Marcas e Pilotos em São Paulo, e lá se vão 6 anos correndo na categoria que inclusive renderam um título para ele em 2017.

Duas temporadas também no campeonato de marcas, campeonato que tinha as etapas junto com a Stock Car. Na categoria chegou a correr junto com o piloto Nonô Figueiredo. Em seu primeiro ano foi vice-campeão brasileiro. Tendo passado também pelo GT Open nos Estados Unidos.

Na Porsche Cup já se vão 4 temporadas e experiência em todas as categorias da Cup, Endurance, Sprint, 4.0 e 3.8. O tempo de casa já fez com que ele corresse inclusive no modelo antigo que compunha o grid dos carros de competição mais produzidos do planeta, o 997 (fase 2).

“Para mim, pilotar é meditar! Por mais que as pessoas achem que estar acelerando dentro do carro cheio de adrenalina é ‘Loucão’. Mas o que acontece é exatamente o oposto, o ato de limpar o cérebro e só pensar naquele momento e na próxima curva é uma maneira incrível de meditar”

Fora das pistas, Guilherme tem outra paixão tão grande quanto acelerar nas pistas de corrida das mais diversas categorias, a natação.

Reischl tem uma relação especial com cada um dos seus carros de corrida, cada um deles leva um nome. Seu Celta de competição foi batizado por ele de Tordilho Negro, já o Porsche que estamos acostumados a ver no grid da Cup é o famoso Barão Vermelho.

PARCEIROS