Jeff Giassi é o primeiro campeão do Porsche eSports Carrera Cup Brasil

Piloto da equipe F1APS vence uma corrida em Interlagos, chega em segundo na outra e fatura o título da primeira temporada do campeonato virtual Porsche eSports Carrera Cup Brasil. Renan Azeredo é o vice-campeão e Luiz Felipe Tavares o terceiro colocado.

Veja a transmissão completa da corrida aqui: youtu.be/SqGZz17homk

O Porsche eSports Carrera Cup Brasil, primeiro campeonato oficial de automobilismo virtual chancelado por uma categoria no país, disputou a última etapa da temporada 2019 nesta quinta-feira (14) na versão virtual de Interlagos e contou com duas emocionantes provas de tiro curto. No final, com a soma dos resultados das baterias, Jeff Giassi sagrou-se o primeiro campeão do campeonato virtual da marca, com 203 pontos. Renan Azeredo foi o segundo colocado, com 191, e Luiz Felipe o terceiro, com 148. A etapa decisiva foi disputada no modelo Sprint da categoria, com duas provas de 30 minutos cada.

Na primeira corrida, Luiz Felipe fez boa largada e manteve a primeira posição com seu companheiro de equipe, Jeff Giassi, em segundo e Renan Azeredo em terceiro. Neto Nascimento ganhou duas posições e pulou do sexto para o quarto lugar enquanto Eduardo Borgert fechava o top 5 na primeira volta.

Na abertura do segundo giro, Bruno Risseto acabou tocando em Roger Rezende e perdeu muitas posições, caindo para o fim do pelotão. Na volta seguinte, foi a vez de Carlos Barreto sair da pista na tentativa de ganhar uma posição. Quem escalava o grid rapidamente era Bruno do Carmo, que na sexta passagem já aparecia na sétima posição.

Após 10 minutos de prova, Luiz Felipe mantinha a liderança trazendo Giassi na sua cola. Os dois pilotos da F1APS desgarravam do restante do pelotão e abriam quase cinco segundos para Azeredo, terceiro colocado.

No 11º giro, Neto Nascimento passou a pressionar Eduardo Borgert na briga pela quarta posição. Mais atrás, Adaildo Vieira buscava de todas as formas ultrapassar Bruno do Carmo, na disputa pela sétima posição. De tanto tentar, Adaildo fez bonita ultrapassagem e assumiu o sétimo posto na volta 14.

Restando cinco minutos, Luiz Felipe conseguiu a maior margem de vantagem para Giassi e confirmou a vitória na primeira prova do dia. Giassi foi o segundo com mais de 10 segundos de folga para Renan Azeredo, terceiro colocado. Eduardo Borgert foi o quarto e Neto Nascimento o quinto.

Como prevê o regulamento, os 10 primeiros colocados da primeira disputa inverteram as posições para a formação do grid de largada para a segunda bateria.

Com uma grande largada, Bruno do Carmo saiu do terceiro lugar e já era o primeiro colocado no fim da primeira volta, após passar por Jessé Alves e Roger Rezende, que largara na pole. Jessé Alves manteve a segunda posição, Luiz Felipe era o terceiro, Renan Azeredo o quarto e Eduardo Borgert o quinto. Ainda na primeira volta, Neto Nascimento acabou se envolvendo em um toque com Adaildo Vieira e abandonou a prova.

Na terceira volta Giassi fez uma manobra brilhante para ultrapassar dois adversários de uma só vez e assumir o quinto lugar da prova. Enquanto isso Luiz Felipe assumia a segundo lugar e partia com tudo para cima de Bruno do Carmo.

Com um ritmo forte e constante, Luiz Felipe diminuiu rapidamente a diferença para Bruno do Carmo na briga pela liderança. De tanto tentar, Luiz fez a ultrapassagem na abertura da nona volta para assumir a liderança. Mas, na freada do “S” do Senna, Bruno do Carmo perdeu o ponto de freada e acabou tocando em Luiz Felipe, que caiu para a quinta posição.

Quem se aproveitou do toque foi Giassi, que assumiu o segundo posto e partiu para cima de Bruno. Após uma grande alternância de posições entre os líderes da prova, Renan Azeredo acabou se dando melhor e pulou para o segundo lugar, deixando Giassi em terceiro.

Restando menos de 10 minutos para o fim da prova, a disputa pela liderança era totalmente aberta. Bruno do Carmo entrou no box para pagar uma punição e deixou a liderança da corrida com Jeff Giassi. Luiz Felipe em fantástica recuperação já era o segundo e Renan Azeredo o terceiro.

Nos minutos finais, Jeff abriu uma vantagem segura e confirmou a vitória, com Luiz Felipe em segundo, Renan Azeredo o terceiro, Edson Coelho o quarto e Jessé Alves o quinto.

Com os resultados, Jeff Giassi confirmou o título do Porsche eSports Carrera Cup Brasil. Renan Azeredo foi o segundo e Luiz Felipe o terceiro. Vale lembrar que os dois primeiros colocados do campeonato faturaram uma clínica de pilotagem cada como prêmio do torneio, ao lado de Lucas Dornella, que adquiriu o direito através do sorteio entre os pilotos inscritos.

Já Laui Santi, Carlos Barreto e Gustavo Mundici, foram os sorteados e participarão do Porsche Experience, as voltas rápidas com um piloto profissional.

O pódio da etapa virtual e a entrega de prêmios da primeira temporada do Porsche eSports Carrera Cup acontecerão na rodada de encerramento do campeonato real, o Porsche Império GT3 Cup – Endurance Series, no dia 30 de novembro, em Interlagos.

Confira os 10 primeiros colocados do campeonato:

1. Jeff Giassi………………………203
2. Renan Azeredo……………….191
3. Luiz Felipe Tavares…………148
4. Adaildo Vieira………………..147
5. Eduardo Borgert…………….143
6. Bruno Risseto………………..134
7. Rodrigo Baronio…………….122
8. Neto Nascimento……………113
9. Luiz Gonzaga………………….95
10. Willian Cândido ……………95

O que eles disseram:

“É um nível muito alto de disputa. O título estava muito aberto e não tinha vantagem para trabalhar em cima de ninguém. Ainda não acredito que fui o campeão e que vou pilotar um Porsche daqui duas semanas. Não sei nem o que dizer, quero agradecer todos que me acompanharam”.
Jeff Giassi

“Quero agradecer a todos que organizaram esse evento. Estou muito feliz de ter vencido e muito feliz pelo Jeff, ele é um cara muito dedicado e merece esse título. Foi um evento muito top, eu curti demais participar desse campeonato. Estou muito feliz de levar esses troféus para casa”.
Luiz Felipe Tavares

“Estou sem palavras, ainda não caiu a ficha. Dado o valor do prêmio que estava em jogo, eu decidi correr com o regulamento embaixo do braço. Eu sabia que meu companheiro não ia me atacar e então não forcei nada. Na segunda bateria foi a mesma coisa. Poderia ter forçado algumas ultrapassagens, mas não havia necessidade de correr o risco. Estou muito feliz pelo vice-campeonato, nem acredito que vou andar em um Porsche em Interlagos. Estou muito feliz com isso.”
Renan Azeredo

PARCEIROS