Garanta Seu Ingresso

Rodolfo Toni e Dennis Dirani usam estratégia diferenciada para triunfar na Challenge

Rodolfo Toni e Dennis Dirani não disputam o campeonato de Sprint da Porsche Império GT3 Cup. Mas isso parece não ter atrapalhado os dois competidores na primeira etapa de Endurance, no Velo Città, em Mogi Guaçu (SP), neste sábado. Afinal, a dupla formada por eles conquistou a vitória na classe Challenge.

Após largarem na quarta colocação, Rodolfo e Dennis assumiram a ponta da classe na metade da prova. Tudo por conta de uma tática diferente, ao decidirem se manter na pista após a entrada de um Safety Car.

“A estratégia foi muito boa. Fizemos um negócio diferente, ficamos na pista no segundo Safety Car. Nisso, a gente ganhou um tempo. Foi um Safety rápido, foi bom para ganharmos um tempo nos dois stints. Estava muito quente, fiz 38 minutos, até saí até meio tonto do carro. Teve um susto na guiada do Rodolfo, quando ele levou um toque. Mas paramos, voltamos na frente e conseguimos administrar a vantagem”, avaliou Dennis, que trabalha no desenvolvimento do combustível da Porsche Império GT3 Cup.

Como não poderia ser diferente, Rodolfo comemorou muito o triunfo. Ainda mais após o longo tempo sem guiar um carro da categoria.

“Foi legal. Estou voltando, fiquei um ano parado. A equipe trabalhou muito bem, o Dennis fez um baita trabalho, o pessoal na estratégia e nos boxes também. Foi show. Tenho de agradecer e comemorar. Foi uma grande vitória. Bacana ter os dois carros da Shell no primeiro lugar. Começamos com tudo o campeonato de Endurance”, festejou o competidor.

Declarações dos demais pilotos

“Nós trabalhamos o fim de semana inteiro, não fomos bem na classificação pois eu nnao conhecia a pista e na volta do meu pai não era o ideal nosso setup. Mas na corrida funcionou muito bem e deu tudo certo, terminando em segundo. É muito bom subir no pódio com meu pai, muito feliz. Fiquei sem rádio no fim da corrida, foi bem sofrido, mas muito gratificante”

Lucas Peres (segundo colocado ao lado de Marcus Peres)

“Ano passado, na primeira corrida, ficamos em terceiro também, ganhamos a segunda e, na última, ficamos em quarto ou quinto. Mesmo assim, fomos campeões. No Endurance, não só na corrida, mas no campeonato inteiro você precisa ter muita constância. Nisso, acho que nossa dupla é muito boa. Foi uma corrida muito difícil para a gente, nos atrapalhamos na estratégia, fiquei sem rádio. Por conta disso, tivemos de fazer um pit stop a mais. Ainda assim, conseguimos terminar em terceiro. É um bom resultado para o campeonato, a gente está muito feliz. Dava para chegar mais para frente um pouco, mas está bom, está ótimo. Vamos para cima”

Rodrigo Mello (terceiro colocado ao lado de Tom Filho)

“Foi muito legal. Ontem eu fiz uma besteira na classificação e joguei minha dupla lá pra trás. Quero agradecer demais o meu amigo, meu irmão, Ronaldo Kastropil. E agradecer esses meninos que me aturam: Bruninho, meu mecânico Cacau, porque só ele pra aguentar o meu mau humor ali. No fim fomos cavocando, cavocando. Larguei bem e o Kastropil foi melhor ainda. Saímos em quarto e estou muito feliz”

Paulo Totaro (quarto colocado ao lado de Ronaldo Kastropil)

“Para a gente, o pódio foi muito bom. A gente sabe que tem ritmo, que podemos ir para cima, mas quebramos muito. Fizemos seis ou sete pits. Ainda conseguimos sair e recuperar. Foi tanto problema que só andei no carro reserva, não consegui usar o titular. Saímos felizes, conseguimos recuperar a perda de bater na segunda curva. Estamos no campeonato”

Luca Seripieri (quinto colocado ao lado de Alan Hellmeister)

PARCEIROS