Garanta Seu Ingresso

Provas 5 e 6 neste sábado

A quinta e sexta etapas do GT3 Cup Challenge Brasil acontecem neste sábado, 11 de junho, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. O piloto Luís Zattar garantiu a pole position no treino classificatório desta sexta, ao marcar o tempo de 1min42s779. Ao seu lado, na primeira fila, larga Totó Porto, com o tempo de 1min43s450. O terceiro foi Beto Posses, com 1min43s450. O pole, Luís Zattar, e Beto Posses dividem a liderança do campeonato depois de disputadas duas provas válidas para pontuação. A estréia da categoria no Brasil aconteceu em 16 de abril, com duas provas extra-campeonato.

A largada da prova 5 ocorrerá às 11h30 deste sábado, e o seu resultado definirá a ordem do grid da prova 6, às 14h30.

A prova deste sábado terá a presença de treze competidores, entre ele dois pilotos vips, convidados especialmente para esta etapa e cujos pontos eventualmente conquistados não valerão para o campeonato. Um deles é Paulo Bonifácio, o Boni, experiente em corridas de Turismo e Endurance. O outro é o veterano Xandy Negrão, com títulos e vasta experiência no automobilismo de competição.

Xandy e Boni largam nas últimas posições, atrás dos pilotos competidores Otávio Mesquita e Charles Reed, que não marcaram tempos no treino classificatório. Reed teve parte de seu carro danificado em um acidente no treino livre desta sexta. Sem sofrer qualquer conseqüência física, ele deve participar da corrida, largando à frente dos pilotos convidados. As provas 5 e 6 terão, a exemplo das anteriores, duração de 25 minutos mais uma volta.

Um fato significativo registrado nos treinos desta sexta-feira foi o tempo obtido pelo piloto Ricardo Maurício, consultor da categoria. Ele cravou 1min41s403, novo recorde do GT3 em Interlagos, evidenciando o potencial do carro. O melhor tempo até então havia sido conquistado pelo piloto Max Wilson (1min41s50), ao garantir o sétimo lugar do grid na mais recente edição das Mil Milhas.

Luís Zattar, pole position: “Largar na frente é uma grande pressão. Não há a preocupação de ultrapassar ninguém, mas em compensação todos os outros competidores têm o pole como alvo. Fiz um treino livre tranqüilo, sem forçar o carro, sentindo que ele renderia melhor com pneus novos e com uma pequena regulagem que fizemos na barra. Deu certo e o rendimento no treino classificatório foi ótimo.”

Totó Porto, segundo colocado: “Foi um bom tempo. Consegui manter a regularidade o treino todo, fazendo praticamente todas as minhas voltas rápidas na casa de 1min43. No treino classificatório, mantivemos o parâmetro do treino livre, quando marquei o melhor tempo entre os competidores, também nessa faixa.”

Beto Posses, terceiro colocado: “A cada nova corrida ou treino, sinto que ‘vesti\’ o carro da melhor maneira possível. Estou adaptando minha forma de pilotar cada vez com mais naturalidade às características do GT3 e, com isso, a evolução tem sido constante. Fiquei dentro da minha expectativa, tanto em termos de tempo quanto de posicionamento no grid.”

Grid de largada para a prova 5 do GT3 Cup Challenge Brasil:

1) Luís Zattar, 1min42s779, média de 129,423 km/h
2) Totó Porto, 1min43s450
3) Beto Posses, 1min43s788
4) Ricardo Baptista, 1min44s326
5) Marcel Visconde, 1min44s587
6) José Guilherme Figueiroa, 1min45s096
7) Marcos Barros, 1min45s399
8) Omilton Visconde Jr., 1min47s221
9) Henry Visconde, 1min48s271
10) Otávio Mesquita, sem tempo

Todos com Porsche 911 GT3 Cup equipados com pneus Yokohama.

PARCEIROS