Garanta Seu Ingresso

Porsche GT3 Brasil monta Race Control com padrão internacional em suas corridas

Pelo menos durante as provas do Porsche GT3 Brasil, os autódromos brasileiros passarão a ter um “Race Control” similar aos encontrados nos principais circuitos internacionais. Nove monitores de TV, todos acoplados a aparelhos de DVD graváveis, estarão à disposição do diretor de prova e dos comissários desportivos na torre de controle do autódromo Velo Città, onde será disputada neste sábado a quarta etapa da temporada de 2012. Na próxima, em Interlagos, os recursos do Race Control serão ampliados para 14 monitores.

O Race Control é a sala na qual o diretor de prova segue as corridas, auxiliado pelos comissários desportivos. Nos autódromos de Estoril e Algarve, em Portugal, onde a Porsche GT3 Brasil fez as etapas de abertura da temporada de 2012, os recursos do Race Control são permanentes: em uma sala, quase 30 monitores permitem acompanhar tudo o que acontece no traçado. Cada aparelho exibe a imagem captada pelas câmeras fixas instaladas ao longo do circuito. Em outros dois, pode-se acompanhar a imagem que vai ao ar na transmissão de TV e a tela da cronometragem oficial. No Brasil, sistemas semelhantes só são instalados durante a realização de eventos internacionais, como o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, em Interlagos, e a etapa brasileira do WTCC, em Curitiba.

“Nossa intenção foi oferecer aos comissários desportivos condições de trabalho à altura do que se espera em um evento como o Porsche GT3 Brasil”, explica Dener Pires, diretor da categoria. Sérgio Berti, diretor de provas do Porsche GT3 Brasil, acrescenta: “Esses recursos dão à direção de prova muito mais respaldo, especialmente para observar pontos da pista que ficam fora da visão da torre de controle. Também temos condições melhores de avaliar a atuação em operações de resgate de veículos ou socorro médico”.

Cada monitor de TV é acoplado a um gravador digital com HD de 160 GB – é possível, portanto, gravar os três dias de evento ininterruptamente. O aparelho possui recurso de replay que permite que uma imagem possa ser analisada detalhadamente sem que haja interrupção de gravação. Esse recurso é particularmente importante para os comissários desportivos poderem tomar a decisão justa quanto a eventuais punições aos pilotos. “Tínhamos imagens de um único monitor e agora passamos a ter de dez. É uma ferramenta de trabalho importantíssima”, reconhecem Carlos Montagner, José Campiti e o ex-piloto Alfredo Guaraná Menezes, comissários desportivos da categoria.

PARCEIROS