Garanta Seu Ingresso

Challenge: Giaffone faz melhor tempo, mas Schneider sai na frente em Interlagos, Rodolfo Toni é 1º na Light

Uma ultrapassagem feita sob bandeira vermelha inverteu a primeira fila do grid de largada para a prova da Porsche Challenge preliminar do GP do Brasil de F1. Franco Giaffone fez a melhor volta em 1:59.753, mas a marca perdeu validade por decisão dos comissários desportivos. Com isso, o líder do campeonato e “rei de Interlagos” Daniel Schneider herdou a posição de honra no grid. Realizada sob chuva, a sessão classificatória aconteceu na tarde deste sábado, após as tomadas de tempo da F1 e da Porsche Cup.

Ao ser informado da punição, Giaffone se dirigiu aos comissários desportivos e ao diretor de prova, Sérgio Berti, para dar sua versão e tentar reverter a decisão, argumentando ter diminuído a velocidade tão logo viu a bandeira vermelha. A pedido do piloto, os comissários analisaram as imagens das câmeras on board dos carros de Giaffone e Otávio Mesquita, um dos pilotos que estavam à sua frente na pista. A punição foi mantida e Giaffone perdeu aquela que seria sua primeira pole position. O tempo de sua segunda melhor volta, entretanto, foi suficiente para assegurar um lugar na primeira fila. “Acho que sou um dos poucos pilotos que gostam de correr com chuva e pista molhada. Aqui em São Paulo, eu estava devendo um desempenho à altura. Quem me ajudou muito foi o Carlos Ambrósio. Ele me emprestou o mapa de telemetria e pude ver o traçado e os pontos de frenagem que ele vinha fazendo. É claro que, de agora em diante, o Carlinhos terá acesso livre aos meus, sempre que quiser”, dizia Giaffone antes de saber da punição. Ambrósio, o mais rápido no treino livre de sexta-feira, largará em terceiro lugar, dividindo a segunda fila com Fábio Alves.

Na Light, Rodolfo Toni confirmou o bom desempenho do treino livre e sai na frente entre os pilotos inscritos em sua classe. Ele fez o 11º tempo na classificação geral, mas como de praxe o pelotão da Light largará atrás dos pilotos que competem somente na Challenge. “Tive muito azar no começo do ano, mas de repente as coisas começaram a dar certo”, comemorou o piloto, que conseguiu sua primeira vitória na etapa anterior, em Mogi Guaçu. Guto Oni sai a seu lado, com Rodrigo Souza e Rodrigo Mello dividindo a segunda fila da Light.

A programação deste domingo em Interlagos começará às 9:15 com a Porsche Challenge, com a corrida da Porsche Cup acontecendo a partir das 10:15. Às 14:00, será dada a largada do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1.

Grid de largada da Porsche Challenge e Light
1) 77-Daniel Schneider, 1:59.858, média de 129,423 km/h
2) 3-Franco Giaffone, 1:59.921 (perdeu a melhor volta por ultrapassagem sob bandeira vermelha)
3) 18-Carlos Ambrósio, 1:59.946
4) 63-Fábio Alves, 1:59.979
5) 88-Eduardo Azevedo, 1:59.986
6) 13-Du Rocha, 2:00.384
7) 8-Rodolfo Ometto, 2:00.385
8) 51-Otávio Mesquita, 2:00.804
9) 81-Gilberto Farah, 2:01.169
10) 16-Ludovico Pezzangora, 2:01.526
11) 17-Marcelo Stallone, 2:03.017
12) 10-Carlos Silveira, 2:02.843
13) 31-Marcello Sant’Anna, 2:05.413
14) 53-Rodolfo Toni (L), 2:02.932
15) 93-Guto Oni (L), 2:03.902
16) 35-Rodrigo Souza (L), 2:04.549
17) 29-Rodrigo Mello (L), 2:04.864
18) 19-Tom Filho (L), 2:05.155
19) 39-Gonzalo Patoqui (L), 2:05.219
20) 90-Peter Ficker (L), 2:07.517
21) 55-Xarlis Mud (L), 2:08.402
22) 58-Jorge Gomez (L), 2:11.055
23) 67-Alejandro Pimentel (L), 2:12.676
(L) piloto inscrito na classe Light
Todos com Porsche 911 GT3 Cup 3.6 equipados com pneus Yokohama

A programação deste domingo em Interlagos começará às 9:15 com a Porsche Challenge, com a corrida da Porsche Cup acontecendo a partir das 10:15. Às 14:00, será dada a largada do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1.

PARCEIROS