Garanta Seu Ingresso

Negrão vence na preliminar da Fórmula 1 em Interlagos

A 13ª prova do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil, disputada neste sábado logo após o treino classificatório para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, terminou com o mesmo resultado dos treinos: Xandy Negrão, Tom Valle, Ricardo Baptista e Otávio Mesquita, que largaram nesta ordem nos quatro primeiros lugares, obtiveram exatamente os mesmos resultados na bandeira quadriculada. A corrida, emocionante da primeira à última volta, terminou sob bandeira amarela devido a um acidente. Neste domingo, os pilotos voltam à pista para a disputa da prova 14, a partir das 10h20.

O público que permaneceu nas arquibancadas após festejar a pole position obtida pelo brasileiro Felipe Massa foi recompensado com muitas disputas. No começo da prova, Valle andou muito perto de Negrão, enquanto Baptista, Mesquita, Walter Salles e Luís Zattar lutavvam pelo terceiro posto. Mais atrás, cinco carros – os de Clemente Lunardi, Antônio Hermann, Marcel Visconde, Beto Posses e Guilherme Figueiroa – andavam juntos na briga pelo sétimo lugar.

Salles e Hermann abandonaram e Posses, que perdera muitas posições na largada, superou vários concorrentes até encostar em Zattar. Os dois reeditaram as disputas da temporada de 2005, quando Posses foi campeão e Zattar foi vice. Logo depois, Baptista e Mesquita passaram a lutar pelo terceiro posto. Mais atrás, aconteciam várias disputas por posições intermediárias. Foi quando aconteceu o acidente que levou à intervenção do safety car. Marcos Barros rodou na saída da Curva do Sol e foi atingido por Sérgio Ribas e Haroldo Pinto, que vinham logo atrás. Os três carros ficaram parados na pista e a corrida foi encerrada três voltas depois, quando a prova atingiu o limite de 25 minutos mais uma volta.

O resultado final da 13ª prova do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil foi o seguinte:

1) Xandy Negrão, 14 voltas em 27:27.755, média de 131,799 km/h
2) Tom Valle, a 1.430
3) Ricardo Baptista, a 4.446
4) Otávio Mesquita, a 4.671
5) Beto Posses, a 8.446
6) Luís Zattar, a 9.571
7) Clemente Lunardi, a 10.892
8) Marcel Visconde, a 12.081
9) Maurizio Billi, a 13.517
10) Marcelo Ometto, a 15.548
11) Guilherme Figueiroa, a 16.761
12) Omilton Visconde Jr, a 18.917
13) Henry Visconde, a 19.964
14) Ronaldo S. Ferreira, a 21.220
15) Beny Lago, a 22.379
16) Hugo Pulenta (Argentina), a 23.213
17) Danilo Fernandez, a 1 volta
18) Eduardo de Souza Ramos, a 1 volta
19) Marcos Barros, a 3 voltas (acidente)
20) Sérgio Ribas, a 3 voltas (acidente)
21) Haroldo Pinto, a 3 voltas (acidente)
22) Walter Salles, a 8 voltas (alimentação)
23) Antônio Hermann, a 9 voltas (acidente)

Melhor volta: Xandy Negrão, 1:42.363, média de 151,543 km/h

Classificação do campeonato após 13 provas: 1) Xandy Negrão, 200 pontos; 2) Tom Valle, 173; 3) Otávio Mesquita, 161; 4) Ricardo Baptista, 156; 5) Beto Posses, 138; 6) Clemente Lunardi, 102; 7) Luís Zattar, 94; 8) Marcel Visconde, 91; 9) Maurizio Billi, 84; 10) Guilherme Figueiroa, 81; 11) Sérgio Ribas, 56; 12) Haroldo Pinto, 54; 13) Antônio Hermann, 45; 14) Eduardo de Souza Ramos, 42; 15) Marcelo Ometto, 42; 16)
Marcos Barros, 40; 17) Omilton Visconde Jr., 34; 18) Charles Reed, 32; 19) Totó Porto, 29; 20) Roberto Samed, 27; 21) Valter Rossete, 26; 22) Constantino Júnior, 22; 23) Henry Visconde, 19; 24) Beny Lago, 6; 25) Ronaldo Ferreira, 2; 26) Hugo Pulenta e Danilo Fernandez, sem pontos. Walter Salles, piloto convidado, não pontua no campeonato.

Todos os pilotos correm com Porsche 911 GT3 Cup equipados com pneus Yokohama. O Porsche GT3 Cup Challenge Brasil tem patrocínios de Stuttgart Sportcar, Yokohama, Mobil, Beta, Racing e Hara.

PARCEIROS