Garanta Seu Ingresso

Dia de Tom na GT3 Cup 4.0, com vitórias de Tom Filho e Tom Valle em Interlagos

Três letras resumem muito bem como foi a terceira etapa da classe GT3 Cup 4.0, da Porsche Império Carrera Cup, neste sábado, dia 12, no autódromo de Interlagos, em São Paulo: Tom. Foram os pilotos com esse apelido que venceram as duas corridas na capital paulista: Tom Filho e Tom Valle.

Estreante na categoria – ele inclusive tirou o carro do contêiner dias antes da prova –, Tom Filho contou um pouco com a sorte para ser o vencedor da corrida de abertura. Isso porque, nas voltas finais, viu alguns adversários rodarem e, ao se manter na pista, assumiu o primeiro lugar. E viu a bandeira quadriculada antes do que todo mundo.

“Foi bom demais, o carro é muito bom para guiar, um pouco mais arisco. A turma aqui (na GT3 Cup 4.0) briga mais para ceder a posição. Estou muito feliz, não imaginava chegar ganhando e fazer outro pódio. Estou muito feliz”, destacou Filho.

O outro Tom, dessa vez, o Valle se destacou ainda mais na segunda prova. Se não contou com a sorte na corrida de abertura do dia ao rodar nas voltas finais, dessa vez, ele passou ileso. Logo depois da largada, já pulou para a primeira posição. Não deixou o posto até o fim.

“Na primeira corrida, dei azar, um retardatário rodou na minha frente, fui desviar e acabei rodando. É difícil digerir isso. Mas na segunda, deu tudo certo: larguei bem, assumi a ponta e, depois, só controlei a distância”, avaliou o piloto, que já tinha vencido na disputa anterior em Interlagos.

Pela primeira vez na temporada, uma etapa na GT3 Cup 4.0 não teve Sylvio de Barros como o vencedor de uma das provas. Mesmo assim, ele segue na liderança do campeonato.

CORRIDA 1

Em uma largada sem incidentes, o destaque ficou com Rodolfo Toni. O piloto pulou da sexta para a terceira posição. Mais à frente, o pole position Tom Valle e o segundo colocado Tom Filho, mantiveram suas posições de largada.

No início da segunda volta, Tom Valle já tinha uma diferença maior de um segundo para Tom Filho, que era muito pressionado por Rodolfo Toni na GT3 Cup 4.0. A pressão foi tanta que Rodolfo ultrapassou Tom Filho no início da terceira volta, indo à caça de Tom Valle.

Na metade da prova, Adalberto Baptista, que fazia boa prova, acabou rodando na saída do Bico de Pato, dando adeus para a disputa ao pódio.

Tom Valle tinha ampla vantagem, porém, faltando apenas quatro minutos para o fim da prova, o piloto do carro #99 acabou saindo da pista na descida do lago, jogando fora a vitória que era certa. O triunfo seria de Rodolfo Toni, mas não foi o que aconteceu. Na volta seguinte, ele acabou rodando e saindo da pista abrindo caminho para Tom Filho vencer a corrida, seguido por Sylvio de Barros, que ultrapassou Maurizio Billi na última volta e faturou o segundo lugar. Completaram o pódio Tom Valle em quarto lugar e Guilherme Reischl em quinto.

CORRIDA 2

Rouman Ziemkiewicz largou na pole position por conta da inversão de seis posições no grid. Mas Tom Valle, que saiu em terceiro, logo pulou para a primeira posição.

Após os cinco primeiros minutos de prova, Tom Valle começava a abrir vantagem na ponta da GT3 Cup 4.0. Adalberto Baptista, Guilherme Reischl e Márcio Mauro vinham atrás em bela disputa.

Depois de largar em primeiro e cair no pelotão, Rouman Ziemkiewicz passou a se recuperar. Logo superou Guilherme Reischl e Márcio Mauro para alcançar o terceiro posto na GT3 Cup 4.0. Mas a seguir Ziemkiewicz foi ultrapassado por Reischl e Rodolfo Toni.

Alheio às disputas no restante do pelotão, Tom Valle manteve a liderança até o fim na GT3 Cup 4.0 para sair com a vitória. Adalberto Baptista, Rodolfo Toni, Guilherme Reischl e Tom Filho completaram o top 5.

RESULTADOS

CORRIDA 1

1) Tom Filho
2) Sylvio de Barros
3) Maurizio Billi
4) Tom Valle
5) Guilherme Reischl
6) Rouman Ziemkiewicz
7) Adalberto Baptista
8) Carlos Ambrósio
9) Dominique Teysseyre
10) Márcio Mauro
11) Rodolfo Toni
12) Ramon Alcaraz

CORRIDA 2

1) Tom Valle
2) Adalberto Baptista
3) Rodolfo Toni
4) Guilherme Reischl
5) Tom Filho
6) Rouman Ziemkiewicz
7) Sylvio de Barros
8) Márcio Mauro
9) Dominique Teysseyre
10) Maurizio Billi

Não completou:
Carlos Ambrósio

PARCEIROS