Garanta Seu Ingresso

Prova de equilíbrio: 8 vencedores em 8 corridas

A temporada 2022 da Porsche Cup começou como todo o fã de automobilismo esperava: Com muita emoção. O ano que marca a estreia dos 992 no Brasil não poderia trazer um começo de temporada diferente.

Duas etapas aconteceram até aqui, Goiânia e Velocitta, cada categoria acelerou por 4x em 2022, o que nos deixa com oito possibilidades de vencedores gerais diferentes. E tivemos até aqui 8 vencedores distintos. Nenhum piloto conseguiu subir ao lugar mais alto do pódio por mais de uma vez na geral neste ano.

Marçal Müller escreveu seu nome na história da categoria ao se tornar o primeiro vencedor da nova geração dos carros de competição mais produzidos do planeta. A segunda jornada daquela etapa foi vencida por Chris Hahn, o jovem piloto que fez seu retorno a categoria em 2022 não precisou de muito tempo para mostrar que é um dos candidatos ao título.

Pela segunda etapa, os carros de competição mais produzidos do planeta viajaram ao interior paulista para uma etapa no Velocitta, onde Enzo Elias conquistou sua primeira vitória no traçado e novo carro. Alceu Feldmann completou a etapa com vitória e se tornou o quarto vencedor diferente na Carrera Cup entre 4 possíveis até aqui.

E não é só na categoria principal que o campeonato se mostra aberto e imprevisível. A nova Sprint Challenge, que assumiu os 911 geração 991.2 também começou o ano com promessa de disputas até as últimas voltas pelo título.

Quem começou a temporada subindo ao degrau mais alto do pódio foi Christian Mohr. Nelson Marcondes venceu a segunda etapa da jornada no Autódromo Internacional Ayrton Senna.

A etapa 2 trouxe Raijan Mascarello ao primeiro lugar e Urubatan Jr fechando o domingo com vitória para coroar uma etapa de recuperação no traçado de Mogi Guaçu.

Todo esse equilíbrio tem um motivo. O formato de competição adotado pela categoria permite que as corridas sejam imprevisíveis, como explica o diretor geral da Porsche Cup, Dener Pires:

“A Porsche Cup no mundo todo é conhecida pela alta competitividade e isso tem sido mais uma vez exemplificado com nossa temporada 2022. Todo fã de corrida fica mais empolgado quando começa a ver uma prova e não há favoritos destacados para vencer. O conceito todo de um evento monomarca e monogestão tem como pilar a acirrada competitividade e os oito diferentes vencedores no Brasil em 2022 apontam que estamos no caminho certo.”

Outro fator determinante no equilíbrio da temporada 2022 da Porsche Cup é o lastro de sucesso. Vinicius Quadros explica como o mecanismo funciona e por que é tão importante para equilibrar as corridas: “O lastro te permite criar diferenças entre pilotos próximos e grandes diferenças entre os pilotos mais distantes. Com o líder carregando mais peso que seus concorrentes, ele aproxima aqueles carros que estão andando mais para trás e deixa ainda mais dinâmica a disputa por vitórias na categoria.”

A próxima etapa da Porsche Cup promete ser ainda mais emocionante. Os carros de competição mais produzidos do planeta voltam a acelerar em seu quintal, o Autódromo de Interlagos, onde cada competidor conhece cada curva com maestria. Podemos terminar a próxima etapa com 12 vencedores diferentes em 12 corridas.

PARCEIROS