Relato de prova: nos 300km de Goiânia, Átila Abreu e Léo Sanchez faturam a segunda etapa consecutiva pela classe 3.8

Assim como nos 300km do Estoril, a dupla formada por Átila Abreu e Léo Sanchez prevaleceu entre os competidores da 3.8. Leia o relato de prova da classe.

Relato
Os 300km de Goiânia tiveram início com Renan Guerra na liderança pela classe 3.8 e 13º no geral. Na 14ª volta, o piloto da equipe Equivoco era seguido por Pedro Costa, Leo Sanchez e Ramon Alcaraz. Com o pit de Sylvio de Barros (4.0) na volta 16, Renan Guerra assumiu o décimo lugar no geral, seguindo líder na 3.8.

Na volta 25, Renan seguia líder da 3.8 e já era sexto no geral, uma posição à frente de Pedro Costa. Após a primeira troca de pilotos, Paulo Totaro seguia como o líder da 3.8, com o 12º posto no geral com o carro #45.

A segunda rodada de pit stops começou com Léo Sanchez, depois de ele completar as 32 voltas, o mínimo que o piloto precisava para ceder o carro para Átila Abreu. Enquanto isso, Totaro seguia na frente na classe e em oitavo no geral. Em décimo no geral e segundo na 3.8, Nelson Monteiro, estava à frente do carro da dupla Adriano Buzaid e Rafael Miranda.

Na volta 34, Totaro entrou nos boxes para o pit stop em quarto no geral, embora Nelson Monteiro/Pedro Costa estivessem reduzindo a diferença ao longo de todo o terceiro stint.

A situação da 3.8 continuou inalterada até que, na volta 53, Totaro deixava os boxes após uma parada de 6m52, perdendo quase um minuto além do normal, comprometendo as chances do carro #45 na classe 3.8.

Melhor para a dupla Sánchez/Abreu. Faltando cerca de 15 voltas para o fim, Átila Abreu era líder da 3.8 e terceiro lugar na classificação geral, recolhendo para os boxes para fazer a última parada.

Com isso, a liderança da 3.8 foi assumida por César Ramos a 11 voltas do fim. A dupla de Zeca Feffer ocupava o terceiro posto no geral, mas ele ainda precisava de uma parada, enquanto o melhor da classe já tendo feito a parada era Átila Abreu.

Quando faltavam três voltas para o fim, o carro #99 de Ramos e Feffer teve um pneu furado quando disputava posição de pódio na 3.8.

Após todas as paradas, as posições de pódio ficaram definidas. Na 3.8, Átila Abreu e Leo Sanchez (carro #15) lideravam, com Marcelo Tomasoni e Renato Braga em segundo, seguidos de Chico Horta e William Freire. Nelson Monteiro e Pedro Costa – que venceram na classe 3.8 Sport – ainda conseguiu superar a dupla Totaro/Guerra, que chegou em quinto.

Átila e Léo venceram, após terminarem em 12º no geral, repetindo o resultado máximo conquistado nos 300km do Estoril na classe 3.8.

Resultados 300km de Goiânia (Classe 3.8)
1. #15 Leonardo Sanchez e Átila Abreu*(3.8), a 2 voltas
2. #00 Marcelo Tomasoni e Renato Braga (3.8), a 3 voltas
3. #77 Chico Horta e William Freire* (3.8), a 3 voltas
4. #87 Nelson Monteiro e Pedro Costa** (3.8), a 3 voltas
5. #45 Paulo Totaro e Renan Guerra*(3.8), a 3 voltas
6. #177 Raphael Miranda e Adriano Buzaid* (3.8), a 3 voltas
7. #50 Ramon Alcaraz e Marcio Mauro**(3.8), a 4 voltas
8. #26 Cesar Urnhani e Nelsinho Marcondes**(3.8), a 4 voltas
9. #99 Zeca Feffer e Cesar Ramos*(3.8), a 5 voltas
10. #555 Ayman Darwich e Georgios Frangulis** (3.8), a 6 voltas

PARCEIROS