Miguel Paludo e Alceu Feldmann vencem pela Carrera Cup em Interlagos

Maior campeão da Porsche Cup tem estreia formidável na abertura da temporada que celebra os 15 anos da categoria.

Miguel Paludo foi o destaque da Carrera Cup, vencendo com um “Grand Chelem” a corrida 1 e terminando a segunda prova em terceiro lugar. Com os resultados, o piloto da máquina #7 da Brandt largou na liderança do campeonato -empatado em pontos com Enzo Elias.

A segunda prova da Carrera Cup marcou a primeira vitória de Alceu Feldmann na categoria. O competidor do carro #100 foi preciso na largada, assumiu a dianteira e seguiu inabalável até a bandeirada.

Em atenção às recomendações das autoridades municipais e do Estado de SP no sentido de prevenir a disseminação do coronavírus, excepcionalmente, a etapa de Interlagos foi realizada com portões fechados e restrição à entrada de convidados. A próxima reunião da Porsche Cup está marcada para Goiânia nos dias 17 e 18 de abril, mas a organização monitora a evolução da pandemia global e seus efeitos para, em conjunto com as autoridades locais, determinar a realização da etapa.

As corridas

Corrida 1

Com uma largada limpa e segura, Paludo manteve a ponta à frente de Elias, Kaesemodel, Neugebauer (com o carro reserva) e Feldmann. Na terceira volta, Müller passou Baptista por fora na Descida do Lago para ficar em sexto, enquanto Aguiar esperava a sobra dessa disputa. Logo depois, JP Mauro passou Seripieri para assumir a décima colocação.

Com dez minutos de corrida, Paludo mantinha uma vantagem que variava entre 1s0 e 1s2 sobre Elias, que por sua vez já conseguia manter Kaesemodel à distância. Naquele momento da prova, a grande disputa entre era Boesel e Pedro Aguiar pela nona posição – na oitava volta, Boesel assumiu a posição na Descida do Lago.

A 17 minutos da bandeirada, Baptista recolheu o carro para a área de escape, o que rendeu posições a Boesel, Aguiar, JP Mauro e Seripieri no top10.

Depois da metade da prova, esquentou a briga entre Feldmann e Marçal Müller pelo quinto lugar, enquanto Neugebauer passou por Kaesemodel na disputa pela terceira colocação. A oito minutos do fim, Seripieri atacou Aguiar na briga da oitava posição.

Seripieri tomou a posição, e Mauro aproveitou o embalo para também passar Aguiar. Logo depois, Müller teve um pneu furado e ficou lento na pista, dando o sexto lugar a Boesel, e as demais posições no top10 geral a Seripieri, JP Mauro, Aguiar e Mello.

Na ponta, Paludo tinha grande vantagem sobre Elias e conquistou com autoridade a primeira vitória da temporada, fazendo o Grand Chelem (pole, vitória de ponta a ponta com a melhor volta). O pentacampeão foi seguido por Elias, Neugebauer, Kaesemodel e Feldmann no top5.

Corrida 2

Com inversão entre os seis primeiros da prova 1 no grid, Feldmann assumiu a liderança da corrida 2 ao passar Boesel por fora no “S” do Senna, enquanto JP Mauro subiu para terceiro vindo de oitavo, e Elias, Neugebauer e Kaesemodel completavam os seis primeiros, à frente de Paludo.

Logo na segunda volta, Elias assumiu o terceiro lugar ao passar JP Mauro no Pinheirinho. Depois, Paludo passou por Kaesemodel e subiu para sexto. A escalada de Elias continuou na volta 3 ao passar Boesel também na curva do Pinheirinho.

Mais à frente, a disputa ficou mais acirrada entre Kaesemodel, Paludo e Neugebauer, que saiu no prejuízo e perdeu duas posições nessa briga pelo quinto lugar. A 15 minutos do fim, Paludo retardou a freada no “S” do Senna e subiu para o top5.

A escalada de Paludo continuou na volta 8 com mais uma ultrapassagem, sobre JP Mauro. A essa altura, metade da prova, Feldmann seguia controlando uma vantagem de 2s5 para Elias, enquanto Boesel já vinha cinco segundos atrás do líder e era pressionado por Paludo.Quando faltavam 11 minutos para o fim, Ziemkievicz e Seripieri deram suas rodadas em incidentes diferentes. Ao mesmo tempo, Baptista, Aguiar e Müller brigavam pelo oitavo lugar, e houve um contato entre Aguiar e Müller.

A oito minutos da bandeirada, Paludo ultrapassou Boesel para tomar-lhe a terceira posição.

No finalzinho, JP Mauro passou por Neugebauer para ficar em sexto, mas na volta seguinte rodou no Pinheirinho e caiu para nono, atrás de Ricardo Baptista e Müller. Paludo ainda tentou se aproximar de Elias, mas não foi suficiente para tentar a ultrapassagem.

Com tranquilidade, Feldmann confirmou sua primeira vitória na categoria, à frente de Elias, Paludo, Boesel e Neugebauer, que também foram ao pódio.

O que eles disseram:

“Sabia que eu tinha que poupar no começo da segunda prova para ter carro em condições de brigar no final. Até que fiz uma largada boa, mas a do JP foi melhor e acabou me passando. a partir dai tentei aliar agressividade com poupar os pneus e mesmo assim cheguei em 3º, mas meus pneus já tinham ido para o espaço. Final de etapa com a liderança geral, um P1 e um P3, feliz com o resultado e pronto para as próximas.”
Miguel Paludo

“Veja que eu me preparei bastante, treinei muito. Isso ajudou, mas não resolveu. Larguei em sexto e terminei a primeira corrida em quinto. A segunda prova sai em segundo, consegui fazer uma boa largada, mantive um bom ritmo. o carro estava perfeito.”
Alceu Feldmann

“Estou muito contente, tivemos pouco tempo de treino e isso dificultou muito o final de semana. Já conhecíamos o carro da Endurance, mas o ajuste pra Sprint é completamente diferente. Trabalhamos com muito pouco tempo e mesmo assim conseguimos um ajuste médio. Fizemos um bom trabalho durante o final de semana, dois segundos lugares. Agora é trabalhar mais para ter performance e velocidade. Não tem nada melhor que sair do primeiro final de semana empatado na liderança do campeonato.”
Enzo Elias

“Na verdade, o único momento positivo do fim de semana foi a largada da segunda corrida, quando acertei o momento e avancei muito bem. Mas no geral meu carro estava com algum problema que não conseguimos achar mesmo indo duas vezes para o box de apoio. Então saio um pouco frustrado desta etapa”
JP Mauro

“Legal estar de volta ao Sprint da Porsche Cup, estou achando que está ainda mais competitivo. O Miguel ainda está um pouco na frente de todo mundo, mas foi bom. Não tive o carro ideal em nenhuma das baterias. Na primeira ele estava muito traseiro, já pra segunda mudamos bastante as configurações para ver se melhorava, mas não resolveu a traseira e perdi um pouco a frente, então fui me segurando. Consegui uma ultrapassagem dupla que foi bacana. Deu para tirar um pódium. Ainda estamos longe do setup ideal do carro e devo um pouco de performance também.”
Lico Kaesemodel

Resultados

Corrida 1

1. Miguel Paludo 1:34s913
2. Enzo Elias +10s709
3. Werner Neugebauer +15s401
4. Lico Kaesemodel +17s935
5. Alceu Feldmann +18s438
6. Pedro Boesel +31s458
7. Luca Seripieri +35s801
8. JP Mauro +38s215
9. Pedro Aguiar +43s091
10. Rodrigo Mello* +47s746
11. Maurizio Billi* +48s223
12. Rodolfo Toni* +1:02s065
13. Fran Lara* +1:11s892
14. Rouman Ziemkiewicz* +1 volta
15. Marçal Müller +2 voltas
16. Ricardo Baptista DNF +13 voltas
(*) Sport

Corrida 2

1. Alceu Feldmann +27:35s646
2. Enzo Elias +1s244
3. Miguel Paludo 2s657
4. Pedro Boesel +9s887
5. Lico Kaesemodel +13s581
6. Werner Neugebauer +15s545
7. Ricardo Baptista +16s177
8. Marçal Müller +20s156
9. JP Mauro +26s765
10. Rodolfo Toni* +32s751
11. Fran Lara* +33s675
12. Maurizio Billi* +34s345
13. Luca Seripieri +46s808
14. Rodrigo Mello* +1:15s057
15. Rouman Ziemkiewicz* +1:26s500
16. Pedro Aguiar DNF +7 voltas
(*) Sport

Classificação

Carrera Cup – Geral

1. Miguel Paludo 38
2. Enzo Elias 38
3. Alceu Feldmann 34
4. Werner Neugebauer 28
Lico Kaesemodel 28
6. Pedro Boesel 26
7. JP Mauro 16
8. Luca Seripieri 13
9. Rodolfo Toni 11
10. Maurizio Billi 10
Marçal Muller 10
12.Rodrigo Mello 9
Fran Lara 9
Ricardo Baptista 9
13. Pedro Aguiar 8
14. Rouman Ziemkiewicz 4

Subdivisão Sport 4.0

1. Rodolfo Toni 18
2. Rodrigo Mello 17
3. Maurizio Billi 16
4. Fran Lara 15
5. Rouman Ziemkiewicz 10

PARCEIROS