Garanta Seu Ingresso

Lance a Lance – Confira o resumo da Prova 2 da Sprint Challenge em Interlagos

O pole Josimar Junior largou bem, com Guilherme Bottura ao seu lado. Caio Castro tentou ataque por fora no S do Senna, mas foi obrigado a recolher na segunda perna, com o quinto lugar. Em terceiro vinha Urubatan Junior, seguido por Cristian Mohr.

Quem levou a pior na primeira volta foi Raijan Mascarello, que liderava o campeonato e caiu para 17º.

Bottura era todo pressão para cima de Josimar na segunda e terceira voltas, até que o carro #77 rodou na saída do Bico de Pato. Logo atrás na Junção, Tomasoni passou Caio Castro, para receber o troco na entrada da reta principal

Na quarta volta, no mesmo trecho, Tomasoni assumiu a quarta posição repetindo a manobra da volta anterior.

Líder também na classe Sport, Bottura em duas voltas livrou quase 2s de vantagem, favorecido por batalha feroz entre Urubatan e Mohr pelo segundo lugar. Em 12º, Gustavo Zanon era o melhor entre os Rookies.

Na metade da prova, Daniel Corrêa era um dos destaques. Ele vinha em sexto, com 13 posições conquistadas em 12 minutos.

Mohr contornou bem a Junção na volta 9 e assumiu a linha interna na subida do Café. Levou a melhor no fim da reta. Urubatan tentou dar o troco na reta Oposta, mas quem levou a melhor com excelente visão na descida do Lago foi Marcelo Tomasoni, passando os dois de uma só vez para ser segundo colocado. Na volta seguinte, Caio Castro também passou Mohr no S do Senna e tentou repetir a manobra de Tomasoni sobre Urubatan no mesmo trecho.

Na volta 13, Caio Castro foi otimista ao tentar passar Urubatan no Bico de Pato e os carros rodaram. Correa agradeceu e avançou para terceiro. Mohr era quarto e Fontanari, que havia largado em 21º e último, era quinto.

Bottura escreveu seu nome como o sexto vencedor diferente em seis corridas da Sprint Challenge em 2022, levando também o primeiro lugar na Sport. Tomasoni, Correa, Mohr e Fontanari completaram o pódio. Em nono, Zanon repetiu a vitória da véspera na Rookie.

PARCEIROS