Garanta Seu Ingresso

Líder da Porsche Cup, Ricardo Baptista vence pela primeira vez na temporada

Até este sábado, faltava apenas uma vitória para coroar a excelente temporada de Ricardo Baptista na Porsche Cup. Não falta mais. Ele terminou em primeiro lugar na prova 8, disputada no Velo Città, em Mogi Guaçu (SP), e consolidou a liderança no campeonato, conquistada após terminar em segundo lugar na prova 7, realizada pela manhã e vencida por Marcelo Franco.

Segundo colocado na prova 7, Baptista saiu da sétima colocação na 8, já que o regulamento determina a inversão dos oito primeiros colocados para o grid da segunda corrida do dia. “Eu queria era terminar a corrida sem me envolver em confusões e na melhor colocação possível”, afirmava Baptista depois de descer do pódio. “Esta pista é travada e, largando atrás, era preciso ter calma para não bater. Uma vez na frente, tentei abrir distância e manter a vantagem.”

Na largada, o pole position Maurizio Billi manteve a ponta, com Pedro Queirolo assumindo o segundo posto seguido por Guilherme Figueirôa, Baptista, Clemente Lunardi e Franco. Queirolo assumiu a liderança na segunda volta, depois de uma saída de pista de Billi na curva dois, e manteve a ponta até a oitava volta, quando foi ultrapassado por Baptista. Faltando duas voltas para a bandeirada, Lunardi assumiu o segundo lugar. Franco terminou em quarto, com Fábio Viscardi e Figueirôa cruzando a linha de chegada nas duas posições que completam o pódio.

Clemente Lunardi, segundo colocado na corrida e no campeonato, teve ainda mais trabalho que Baptista: largou em 13º lugar. “Foi uma pena porque a punição na primeira corrida me fez largar muito atrás. Acabei perdendo muito tempo na disputa com o [Guilherme] Figueirôa, que defendeu muito bem a posição, e depois com o [Marcelo] Franco e o [Pedro] Queirolo. Foi uma luta para chegar em segundo”, resumiu.

Queirolo, terceiro colocado em sua quarta corrida na Porsche Cup, estava satisfeito com sua atuação. “Não é fácil disputar colocação com o Clemente e o Ricardo. Eles ‘têm a mão’ do carro e esta pista é muito técnica. Não participei do primeiro dia de treinos e, na classificação, não consegui um bom acerto do carro. Mas foi um belo resultado: só fiquei atrás dos dois líderes”, comemorou. Figueirôa também comemorou bastante o sexto lugar, obtido depois de muita briga na pista. Outro piloto bastante satisfeito no final era Esio Vichiese: ele fechou a etapa com o décimo lugar, depois de um treino classificatório que não lhe dava muitas perspectivas.

Para Ricardo Baptista, a vitória não poderia acontecer em melhor momento. Ele terminou seis das sete primeiras corridas do campeonato em segundo lugar. A vitória na prova 8 foi sua 15ª na Porsche Cup. Líder do campeonato, ele busca seu segundo título na categoria – o primeiro foi obtido em 2007.

Resultado final da prova 8 da Porsche Cup:
1) 27-Ricardo Baptista, 16 voltas em 26:42.135
2) 7-Clemente Lunardi, a 5.364
3) 13-Pedro Queirolo, a 6.207
4) 70-Marcelo Franco, a 15.905
5) 81-Fabio Viscardi, a 19.367
6) 9-Guilherme Figueirôa, a 21.348
7) 40-Maurizio Billi, a 23.644
8) 52-Roberto Posses, a 28.191
9) 51-Otávio Mesquita, a 28.205
10) 16-Esio Vichiese, a 53.204
11) 55-Marcel Visconde, a 1:05.835
12) 11-Omilton Visconde, a 1:08.617
13) 10-Adalberto Baptista, a 1:14.916
14) 89-Daniel Paludo, a 1:21.031
15) 64-Henry Visconde, a1:23.607
16) 3-Eduardo S. Ramos, a 9 voltas
17) 18- Zeca Feffer, a 16 voltas (colisão)
18) 36-Charles Reed, a 16 voltas (colisão)
19) 63-Sérgio Ribas, não largou

Melhor Volta: Clemente Lunardi, 1:38.209 (média de 125,731 km/h)

Classificação do campeonato após 8 provas:
1) Ricardo Baptista, 148 pontos; 2) Clemente Lunardi, 136; 3) Marcel Visconde, 100; 4) Fábio Viscardi, 99; 5) Roberto Posses, 91; 6) Guilherme Figueirôa, 65; 7) Otávio Mesquita, 62,5; 8) Marcelo Franco, 51; 9) Maurizio Billi, 51; 10) Tom Valle, 49; 11) Zeca Feffer, 48; 12) Pedro Queirolo, 42; 13) Daniel Paludo, 40; 14) Omilton Visconde Júnior, 38; 15) Adalberto Baptista, 33; 16) Eduardo de Souza Ramos, 30; 17) Esio Vichiese, 27; 18) Sérgio Ribas, 22; 19) Charles Reed, 12; 20) Henry Visconde, 12; 21) Marcos Barros, sem pontos.

PARCEIROS