Garanta Seu Ingresso

‘Foi uma vitória suada’, festeja Lico Kaesemodel após triunfo com Ricardo Zonta na Cup

“Largar nas duas primeiras filas é o mais importante, é uma corrida longa”.

A frase acima foi dita por Lico Kaesemodel, logo após o treino classificatório para a primeira etapa de Endurance da Porsche Império GT3 Cup, na última sexta-feira. Talvez, até fosse uma premonição, mas ele sabia mesmo muito bem a tática para sair com a vitória na prova disputada no Velo Città, em Mogi Guaçu (SP), neste sábado, mesmo largando na quarta colocação. Deu certo. A dupla formada por ele e Ricardo Zonta, competindo na classe Cup, se tornou a primeira vencedora do campeonato de longa duração na temporada.

Com uma tática perfeita, quatro paradas nos boxes e muita constância, a parceria assumiu a primeira colocação nas voltas finais para sair vitoriosa.

“Foi uma vitória bem suada. Sabíamos que tínhamos um ritmo bom. Eu e o Zonta éramos uma das duplas com o ritmo mais parecido um do outro. Sabíamos que tinham outros caras rápidos, mas o parceiro nem tanto. Quero agradecer ao Thiago Meneghel, que acertou na estratégia. Estou muito feliz, ter no começo do Endurance de 2017 uma vitória, com uma volta em cima do segundo colocados… Os dois últimos stints foram duros, mas valeu”, festejou Lico, que triunfou pela primeira vez nas provas de longa duração.

O piloto parece ter sorte no Velo Città. Nesta temporada, ele já tinha vencido uma das duas corridas disputadas no circuito do interior de São Paulo no campeonato de Sprint, na terceira etapa da temporada. Agora, no Endurance, voltou ao lugar mais alto do pódio.

Enquanto isso, Zonta teve uma celebração dobrada. Convidado, o piloto já vinha de uma vitória em outra categoria no último fim de semana.

“Estou muito contente pela vitória com o Lico. Foi uma semana incrível para mim, ganhando na Stock Car em Londrina (PR) e na Porsche Cup no Velo Città. Sinceramente, não lembro de ter vencido duas vezes na mesma semana outra vez na carreira. Fico muito contente pelo esforço de todos na Shell Racing e vamos trabalhar para chegar até o final na disputa pelo título”

Declarações dos demais pilotos

“Foi uma corrida muito bacana. A gente tem de trabalhar um pouco na classificação, não foi a primeira vez que a gente não classifica bem. O acerto na classificação não estava bom, estávamos travando roda. No fim da prova, estávamos liderando, fizemos uma estratégia perfeita. Infelizmente, tomamos um time penalty, mas isso faz parte. Nem sempre vai dar tudo certo. Tivemos a sorte de outros dois competidores na nossa frente terem batido e recuperamos o que tínhamos perdido. Queria agradecer à Brant. Nosso objetivo novamente é o campeonato overall e começamos com o pé direito. O Lico (Kaesemodel) e o (Ricardo) Zonta fizeram uma excelente corrida. Estou feliz em terminar em segundo. Vamos ver se conseguimos ganhar uma posição na próxima corrida”

Miguel Paludo (segundo colocado com Beto Gresse)

“Foi muito divertida a prova. A gente optou pelo Marçal largar, o que era um desafio, porque tinha concorrentes bem rápidos no começo. E ele andou muito bem! Depois fizemos algumas paradas a mais no começo, para tentar ganhar vantagem no final e acabamos fazendo uma prova contra o relógio. Tivemos algumas disputas, mas na maioria da prova é você contra você mesmo, tentando poupar o carro e não forçar demais os pneus. Aliás, neste ano os pneus Michelin duram muito mais e tive que adaptar minha guiada comparada com os outros anos, podendo andar muito mais rápido por muito mais tempo. No final tivemos um probleminha no cambio faltando três voltas, mas deu para terminar em terceiro”

Pedro Piquet (terceiro colocado com Marçal Müller)

“Estou muito feliz. Só de ver os oponentes da largada, pilotos da Stock Car, e conseguir segurar a posição, manter a calma e largar bem. Nosso acerto foi um pouco agressivo para o calor no início, deixando o carro um pouco traseiro. Aí fizemos uma estratégia mais arriscada de box, o que não funcionou tão bem. Paramos mais no início e acabamos ficando duas voltas atrás, o que foi difícil de recuperar. Mas de uma forma geral estou muito feliz, tive um bom entrosamento com o Pedro que é uma excelente pessoa e piloto de alto nível. Fiquei muito contente com minha primeira corrida na Cup e acho que a velocidade que mostramos nos permite sonhar com o título”

Marçal Müller (terceiro colocado com Pedro Piquet)

“Foi espetacular. A gente não esperava (a quinta posição). Largamos em 15o, achávamos que nosso ritmo era para o décimo ou o nono lugar. Mas corrida de longa duração é isso. Não nos envolvemos em confusão, não rodamos, não travamos pneu, não entramos em disputa que teve toque. Fizemos uma corrida limpa. No fim, quando o Cacá (Bueno) abandonou, deu o quinto lugar para a gente. Estou muito feliz”

Beto Leite (quinto colocado com Nono Figueiredo)

“Estou muito feliz, com um sentimento de dever cumprido. Enquanto estávamos na pista, éramos os mais rápidos. Fizemos um bom trabalho. Foi tudo bem. Depois, teve uma punição. Dá para ver na imagem que fui tocado antes. Não entendi. É assim. Às vezes, acontecem coisas que você não concorda, e isso acabou com nosso fim da semana. Vamos agora para a próxima. JP Mauro e eu estamos andando bem. Mas agora vai ser mais difícil lutar pelo campeonato”

Felipe Fraga (décimo primeiro colocado com JP Mauro)

“A gente teve um ritmo de prova muito forte desde o início. Quero agradecer o Sylvio de Barros pelo convite para correr neste campeonato e especialmente pela boa tocada no início, que me permitiu buscar um lugar no pódio quando assumi o carro. Fiz a melhor volta da corrida e já estava na segunda colocação quando recebi um toque na traseira de meu carro do meu amigo Valdeno Brito. Sendo bem honesto, se meu carro não estivesse ali ele passaria reto. Realmente não entendi a manobra, mas tenho certeza de que não foi intencional. Em todo caso, isso nos tirou o pódio aqui no Velo Città e complicou o campeonato, já que são apenas três etapas”

Cacá Bueno (vigésimo colocado com Sylvio de Barros)

PARCEIROS