Garanta Seu Ingresso

Com mais tempo de pista que na F1, Porsche GT3 Cup mira recorde em Interlagos na preliminar do WEC

Depois de implodir em mais de 2 segundos o recorde absoluto da categoria na preliminar do GP Brasil de F1 em Interlagos há três semanas, os carros da Porsche GT3 Cup retornam à pista a partir desta sexta-feira com a expectativa de baixar mais ainda as marcas no novo asfalto do principal autódromo do Brasil. A oitava etapa da temporada 2014 tem largada prevista para as 9h30 deste domingo, na preliminar da última etapa do Campeonato Mundial de Endurace (WEC), as 6 Horas de São Paulo.

No comparativo com a programação da etapa passada, o principal trunfo dos 22 pilotos confirmados na prova deste final de semana é o maior tempo de pista. Enquanto na sétima etapa da temporada 2014 a Porsche GT3 Cup teve ao todo 70 minutos de treinos , agora os competidores terão até 155 minutos (considerando treinos extras, treinos livres e a tomada de tempo). A corrida também será mais longa: na sétima etapa eram 25 minutos mais uma volta de prova, na oitava serão 37 minutos mais uma volta.

O aumento em mais de 100% do tempo de treinos foi um dos pontos destacados por Constantino Jr., que, com a vitória na última etapa, assumiu a liderança do campeonato abrindo sete pontos de vantagem sobre o bicampeão Ricardo Rosset. “Antes da F1 a pista apresentou uma condição nova e não consegui a melhor adaptação com dois treinos de 35 minutos. Agora espero aproveitar o tempo de pista e ganhar mais velocidade, encontrando bem os pontos de grip para fazer uma classificação melhor. Quanto a baixar o recorde da pista, depende de outros fatores como a temperatura”, declarou o competidor do carro #00, recordista em vitórias na Porsche GT3 Cup com 35.

Nonô Figueiredo, piloto-consultor da categoria, também cita a temperatura da pista como um fator relevante para a evolução dos tempos e lembra que a tomada na preliminar da F1 foi disputada no final da tarde, com clima favorável. “A qualidade do asfalto não mudou praticamente nada desde então, assim acredito que o desempenho será mais influenciado pela temperatura mesmo. Mas ainda que o recorde do Rosset não seja superado, tenho certeza de que, com mais tempo de treinos, teremos mais pilotos explorando o máximo da pista. Na etapa passada não foi apenas o recorde da categoria, mas a maioria dos pilotos registraram suas melhores voltas da vida em Interlagos. E agora podem extrair mais ainda”, avalia Nonô.

No que tange à corrida, ele lembra que esta etapa será 50% mais longa que a passada e que isso deve ser um ponto de atenção dos pilotos. “A administração do carro é diferente numa corrida de 37 minutos mais uma volta. Não são todos que estão acostumados a provas mais longas e, de novo, a temperatura pode influenciar o desgaste dos competidores e do equipamento. Os pneus obviamente têm um desgaste maior com 37 minutos que com 25 de corrida e, dependendo da agressividade do piloto no início, pode sofrer no final da prova. Outra variável pode ser a intervenção do safety-car, pois na prova mais longa ele tem uma chance maior de ser acionado”, acrescentou o piloto-consultor.

Ao analisar a situação no campeonato, Constantino observou que Rosset é o competidor mais próximo e que a competitividade no grid da Porsche GT3 Cup provavelmente levará a decisão do título até a bandeirada da última etapa, marcada para 13 de dezembro. “Espero que nós dois terminemos todas as corridas que faltam com os carros íntegros e na zona de pontuação, então tudo deve ser definido na última volta da última prova.”

O terceiro colocado na classificação geral é Clemente Lunardi, que já assegurou matematicamente a conquista na Cup Master. O vice-líder na classe para pilotos acima de 50 anos de idade é Maurizio Billi, com 53 pontos. A seguir vêm embolados Roberto Posses (45), Sergio Ribas (43), Gui Affonso (42) e Tom Valle (41).

Na Cup Sport, os competidores também estão bem próximos na tabela. Eduardo Azevedo ultrapassou Gil Farah com o pódio na preliminar da Fórmula 1. Ele soma 67 pontos, dois a mais que o carro #81. Depois da ausência na sexta etapa, Daniel Schneider venceu a prova da classe de entrada antes do GP Brasil e é o terceiro com 60 pontos, três à frente de Franco Giaffone.

Os treinos de sexta e sábado serão acompanhados em tempo real pelo livetiming da Porsche GT3 Cup, bem como a prova de domingo, que será exibida ao vivo também pelo portal Terra. A TV Band exibe a prova no dia 6 em rede nacional.

Porsche GT3 Cup – classificação:
1 Constantino Jr. 169
2 Ricardo Rosset 162
3 Clemente Lunardi 125
4 Ricardo Baptista 116
5 Marcel Visconde 102
6 Pedro Queirolo 93
7 Eduardo Azevedo 84
8 Gil Farah 79
9 Daniel Schneider 71
10 Franco Giaffone 62
11 Rodolfo Ometto 58
12 Tom Valle 39
13 Adalberto Baptista 39
14 Maurizio Billi 38
15 Gui Affonso 30
16 Roberto Posses 25
17 Carlos Ambrósio 25
18 Sérgio Ribas 21
19 Rodrigo Hanashiro 14
20 Guilherme Figueirôa 12
21 Charles Reed 10
22 Marcelo Franco 8
23 Marcelo Stallone 7
24 Carlos Silveira 3

Cup Sport – classificação
1 Eduardo Azevedo 67
2 Gil Farah 65
3 Daniel Schneider 60
4 Franco Giaffone 57
5 Rodolfo Ometto 52
6 Adalberto Baptista 41
7 Carlos Ambrósio 31

Cup Master – classificação
1 Clemente Lunardi 89
2 Maurizio Billi 53
3 Roberto Posses 45
4 Sérgio Ribas 43
5 Gui Affonso 42
6 Tom Valle 41
7 Marcelo Stallone 35
8 Guilherme Figueirôa 32
9 Carlos Silveira 17
10 Charles Reed 17

PARCEIROS