Garanta Seu Ingresso

A luta continua: Rosset e Constantino vencem provas da Porsche Cup em Interlagos

Interlagos viveu neste sábado (18 de junho) dois novos duelos entre Ricardo Rosset e Constantino Júnior, líderes do Porsche Cup. Cada um venceu uma prova, mas a combinação dos resultados permitiu a Constantino se aproximar do ex-piloto de Fórmula 1 na tabela de pontuação.

A primeira corrida do dia (a sétima da temporada da Cup) foi marcada por várias disputas, a principal delas entre Rosset e Constantino pela liderança. Atrás deles, vários blocos de competidores proporcionaram um bom espetáculo para os espectadores. Ricardo Baptista e Tom Valle tiveram certa tranquilidade para manter o terceiro e o quarto lugar; atrás deles, a briga pelo quinto lugar terminou com Marcel Visconde recebendo a bandeirada na frente, com Beto Posses em sexto, Marcelo Franco em sétimo e Maurizio Billi em oitavo. Um dos destaques da prova foi a participação de Daniel Paludo: ele largou em último por não ter participado do treino classificatório e recebeu a bandeirada em nono lugar. Guilherme Figueirôa, quinto colocado no grid, manteve a posição nas primeiras voltas, mas teve um pneu furado em um toque com Clemente Lunardi e abandonou a corrida.

Na segunda prova, a regra de formação do grid com inversão dos oito primeiros colocados colocou, pela segunda vez, Maurizio Billi e Marcelo Franco na primeira fila. Franco conseguiu superar Billi na saída e liderou as três primeiras passagens. Na quarta, foi superado por Roberto Posses. Nessa fase, os dois aproveitaram para abrir uma pequena distância de Valle, Billi, Rosset, Constantino, Baptista, Lunardi e Marcel, que andavam juntos na luta pelo terceiro lugar. Rosset e Constantino conseguiram ultrapassar os concorrentes e, na décima volta, passaram a disputar a liderança com Posses. Duas voltas depois, aconteceu o lance decisivo da corrida: na tentativa de se defender do ataque de Rosset, Posses rodou na curva do Laranja e rodou, atingindo o adversário. Constantino conseguiu desviar e partiu para a vitória. Lunardi, fazendo uma excelente corrida de recuperação, terminou em segundo lugar, à frente de Rosset. Baptista, Billi e Marcel completaram o pódio.

Constantino Júnior, segundo colocado na prova 7 e vencedor da 8: “Eu percebia que o carro do Rosset não estava com o melhor ritmo. Talvez tenhamos tido um leve toque naquela disputa, mas, com habilidade e experiência, ele conseguiu evitar qualquer incidente. Eu me aproximava muito durante as frenagens, mas não o suficiente para tentar uma ultrapassagem sem colocar em risco nossa corrida. É muito bacana participar de um pega nesse nível. A segunda corrida foi puxada, como tem sido neste campeonato. Quando não tinha muita chance de ganhar posição, tentava ao menos resguardar o equipamento e me manter no ritmo. Rosset me ultrapassou na largada e tentei acompanhá-lo. Na disputa com o Beto Posses, Rosset colocou por fora e eu tentei forçar por dentro, mas vi que não dava para mim. Os dois rodaram e me livrei do incidente por muito pouco”.

Ricardo Rosset, vencedor da prova 7 e terceiro colocado da prova 8: “Na primeira corrida, abri uma pequena diferença no começo, mas os pneus se desgastaram um pouco e tive problemas com os freios: travavam muito a frente, depois muito a traseira. Tentei manter num ritmo em que eu não errasse mas o Constantino colou em mim e estava mais rápido. Na Junção, chegamos a ficar lado a lado, e acho que até houve um toque. Contornamos a curva juntos e, na bandeira amarela, ele talvez estivesse centímetros à frente. Se não houvesse aquela bandeira, talvez ele tivesse me ultrapassado. Na segunda largada, houve uma confusão, mas consegui sair bem dela. Ganhei algumas posições, até me aproximar do Beto Posses. Cheguei ao Laranjinha à frente do Beto, retardei a freada e tentei fazer a curva por ali, alargando-a de propósito para evitar uma batida. Não sei se ele perdeu o controle do carro, o que aconteceu, mas de repete tomei um toque e rodei. Dei sorte por ter saído pelo lado certo e não ter acontecido nada com o carro. Consegui passar o Ricardo Baptista faltando duas voltas, mas não dava mais para alcançar os dois primeiros. Se a ultrapassagem sobre o Beto tivesse sido bem-sucedida, eu teria tido grandes chances de vencer a corrida”.

Clemente Lunardi, segundo colocado na prova 8 e décimo na 7: “Largando em décimo, eu só tinha uma alternativa. Vi que os pilotos da frente eram rápidos, achei que a disputa seria intensa, que haveria toques e que precisava me aproveitar disso. Consegui um acerto bom para o carro e fazer ultrapassagens”.

Ricardo Baptista, terceiro colocado na prova 7 e quarto na 8: “A partir da metade da primeira prova, tive problema de freio e o travamento era ora dianteiro, ora traseiro. Mas eu tinha aberto uma diferença confortável em relação ao Tom e depois comecei a frear antes, reduzi o ritmo para não cometer erros, sabendo que o terceiro lugar era o máximo que eu poderia conseguir. Não tinha chance de chegar no Rosset e no Constantino. Fiquei, então, vendo de camarote a disputa deles”.

Resultado final da prova 7:
1) 1-Ricardo Rosset, 16 voltas em 26:48.951, média de 154,261 km/h
2) 00-Constantino Júnior, a 0.221
3) 27-Ricardo Baptista, a 8.852
4) 99-Tom Valle, a 19.868
5) 55-Marcel Visconde, a 22.724
6) 52-Roberto Posses, a 23.453
7) 70-Marcelo Franco, a 25.935
8) 34-Maurizio Billi, a 26.155
9) 89-Daniel Paludo, a 30.292
10) 7-Clemente Lunardi, a 31.899
11) 63-Sérgio Ribas, à 36.487
12) 10-Adalberto Baptista, a 44.237
13) 36-Charles Reed, a 44.469
14) 11-Omilton Visconde, a 51.985
15) 16-Ésio Vichiese, a 56.979
16) 15-Henry Visconde, a 57.766
17) 97-Marcos Barros, a 1:14.918
18) 8-Guilherme Figueirôa, a 8 voltas (pneu furado)
Melhor volta: Constantino Júnior, 1:39.422, média de 156,026 km/h

Resultado final da prova 8:
1) 00-Constantino Júnior, 16 voltas em 27:07.256, média de 152,526 km/h
2) 7-Clemente Lunardi, a 2.145
3) 1-Ricardo Rosset, a 5.139
4) 27-Ricardo Baptista, a 7.128
5) 34-Maurizio Billi, a 9.594
6) 55-Marcel Visconde, a 10.419
7) 52-Roberto Posses, a 13.717
8) 8-Guilherme Figueirôa, a 15.966
9) 63-Sérgio Ribas, a 21.004
10) 10-Adalberto Baptista, a 21.873
11) 97-Marcos Barros, a 29.954
12) 11-Omilton Visconde, a 37.640
13) 15-Henry Visconde, a 38.088
14) 36-Charles Reed, a 45.684
15) 16-Ésio Vichiese, a 1:04.810
16) 99-Tom Valle, a 3 voltas
17) 70-Marcelo Franco, a 4 voltas
18) 89-Daniel Paludo, a 13 voltas

 

 

PARCEIROS