Garanta Seu Ingresso

Vencedores de edições anteriores destacam “sentimento especial” nas preliminares da F1

Entre todos os participantes das provas do Porsche GT3 Cup Challenge a serem disputadas como preliminares do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, no próximo domingo, três tentarão viver pela segunda vez a emoção de vencer a prova de gala da temporada: Roberto Posses (2005), Ricardo Baptista (2007) e Eduardo Azevedo (2011). Eles são os únicos, entre os pilotos em atividade nas categorias Cup e Challenge, que já venceram a preliminar do GP.

Todos consideram a preliminar como o evento de gala da temporada. “É o ápice do campeonato, um evento grandioso. Só o fato de participar já é algo espetacular”, explica Posses, que em 2005 tornou-se o primeiro vencedor de uma prova da Porsche preliminar do GP do Brasil – no final do ano, tornou-se também o primeiro campeão da história do Porsche GT3 Cup Challenge. Surpreendentemente, nenhuma dessas lembranças é a mais marcante que ele tem na categoria. “A corrida que mais me marcou foi a preliminar de 2008. Fiz uma ótima largada, pulei para o primeiro lugar e segurei o Constantino Júnior, um piloto muito forte, durante quase toda a corrida”, lembra. Posses foi ultrapassado a quatro voltas do final e terminou em segundo lugar. “Fiquei muito satisfeito com minha atuação. Semanas depois, ganhei de presente do Clemente (Lunardi, também piloto da Porsche Cup) um painel com a imagem da largada e meu carro na frente, com as arquibancadas lotadas ao fundo. Está até hoje na minha parede!”

Ricardo Baptista concorda com Posses sobre a sensação de correr com as arquibancadas lotadas: “A energia é mais forte e a emoção é um pouco maior que em outras corridas. O clima que envolve a Fórmula 1 torna uma vitória ainda mais prazerosa”, explica. Sobre a corrida de 2007, Baptista tem fortes lembranças. Além de vencer, ele conquistou o título da temporada naquele final de semana e ainda viveu intensamente acontecimentos familiares – sua mulher estava grávida e a criança poderia nascer a qualquer momento. “Venci no domingo e fui direto para a maternidade. Meu filho nasceu dois dias depois da corrida”, lembra.

No aspecto puramente esportivo, a corrida proporcionou fortes emoções tanto para o vencedor quanto para o público. A corrida de 2007 teve como piloto convidado o francês Olivier Maximin, participante da Porsche Supercup, que conquistou a pole position. “Era um piloto muito competitivo e experiente, mas fiquei muito próximo dele no treino classificatório”, conta Baptista. Na corrida, um acidente entre Otávio Mesquita e Marcos Barros obrigou a uma entrada de safety car, logo nas primeiras voltas. “Consegui ultrapassar o Maximin na relargada, na freada do S do Senna, e isso já foi muito emocionante. Falei para mim mesmo: ‘Agora o homem não passa!’”. Nas voltas seguintes, a disputa pela vitória entre Baptista, Maximin e Tom Valle deixou o público em pé, já que havia um estrangeiro ameaçando a vitória de dois brasileiros. “Algumas voltas depois, o Maximin esbarrou em mim na curva do Laranja e caí para terceiro. Fiquei com aquilo ‘engasgado’, mas logo depois o Tom e o Maximin bateram no S do Senna. Voltei para a ponta e ganhei a corrida.”

Eduardo Azevedo foi o vencedor da categoria Challenge na prova de 2011. E destaca um aspecto lembrado também por Posses e Baptista: “Correr com casa cheia e no dia do GP de Fórmula 1 é especial, mas a concentração na corrida é tanta que você até se esquece do público. No final é que fica bacana, porque você vê as pessoas aplaudindo. Qualquer vitória é maravilhosa, mas nessas circunstâncias a sensação é indescritível”.

Sobre a corrida de 2011, Azevedo tem uma lembrança extra: a de ter chegado à vitória (sua primeira naquele ano) depois de uma sequência de corridas em que várias coisas deram errado. “Naquele dia, foi a minha vez de ter sorte, pois me favoreci com as rodadas do Fernando Barci e do Sylvio de Barros. Mas eu estava muito focado e preparado naquele final de semana. Terminei o treino classificatório em terceiro e logo depois eu falei ao Luc (Monteiro, locutor de arena do Porsche GT3 Cup Challenge) que estava tudo ótimo e que já estava na hora de eu ganhar uma corrida. E deu certo”, recorda. Em 2012, evidentemente, Azevedo espera vencer novamente. “Vai ser difícil, porque a categoria tem muitos pilotos rápidos e com chances de vitória. Mas vou para cima deles”, garante.

HISTÓRICO – O Porsche GT3 Cup Challenge realiza a preliminar do GP do Brasil de Fórmula 1 desde sua primeira temporada, em 2005. Naquele ano, foi realizada apenas uma corrida, no sábado, logo depois do treino classificatório da Fórmula 1. No ano seguinte, foram duas provas, uma no sábado (depois dos treinos da F1) e outra no domingo, poucas horas antes da largada do GP.

Entre 2007 e 2010, foi realizada somente uma corrida, sempre aos domingos, mas o resultado do treino classificatório também valia atribuição de pontos como etapa válida pelo campeonato, denominada “Prova Flying Lap”. Em 2011, entrou em vigor o sistema atual: uma única corrida válida pelo campeonato, no domingo. A partir de 2009, a programação passou a incluir também a categoria Challenge, que manteve sempre o mesmo formato: treino classificatório no sábado e corrida no domingo.

Estes são os vencedores das provas do Porsche GT3 Cup Challenge preliminares do GP do Brasil de Fórmula 1:
2005 – Roberto Posses
2006 – Alexandre Negrão (sábado) e Alexandre Negrão (domingo)
2007 – Olivier Maximin (Flying Lap, sábado) e Ricardo Baptista (domingo)
2008 – Constantino Júnior (Flying Lap) e Constantino Júnior (domingo)
2009 – Miguel Paludo (Flying Lap-categoria Cup), Leo Burti (Cup) e André Posses (Challenge)
2010 – Alex Barros (Flying Lap-Cup), Ricardo Rosset (Cup) e André Posses (Challenge)
2011 – Constantino Júnior (Cup) e Eduardo Azevedo (Challenge)

A programação neste final de semana é a seguinte:
Sexta-feira, 23 de novembro
10:00 – 11:30 Treino Livre F1
12:00 – 12:35 Treino Livre Porsche Cup
14:00 – 15:30 Treino Livre F1
15:55 – 16:30 Treino Livre Porsche Challenge

Sábado, 24 de novembro
11:00 – 12:00 Treino Livre F1
12:30 – 13:30 VIP Charity Drive
14:00 – 15:00 Treino classificatório F1
15:25 – 16:00 Treino classificatório Porsche Cup
16:25 – 17:00 Treino classificatório Porsche Challenge

Domingo, 25 de novembro de 2012
09:30 – 10:05 Porsche Challenge, prova 10 (25 minutos mais uma volta)
10:35 – 11:10 Porsche Cup, prova 15 (25 minutos mais uma volta)
13:30 Formação do Grid de Largada F1
14:00 41º Grande Prêmio do Brasil, 71 voltas

PARCEIROS