Garanta Seu Ingresso

Palavra técnica: traçado de Goiânia é arriscado

Por André Bragantini, piloto consultor na Porsche GT3 Cup Challenge Brasil.

Por Goiânia ser uma pista nova para os pilotos, é fundamental tentar extrair o máximo dos carro no miolo da pista. Aqui, esta parte conta e conta muito.

O trecho 1, formado pela maior reta do ano com incríveis 1000 metros de extensão, é mais rápido e fácil de acostumar. Por outro lado, a entrada das curvas do miolo, o “Cheirinho”, o “Bico do Pato” e o “S”, se você não tiver um carro equilibrado, além de perder tempo você pode sair da pista e rodar.

Outro ponto vital para se ter um bom desempenho nesta pista é não errar na curva da vitória, que você precisa priorizar a saída e se você contornar ela errado a chance de perder muito tempo é enorme. Essa pista é cansativa e traiçoeira e os pilotos terão de lidar com o desgaste físico, já que a promessa é de um calor maior que o encontrado no Velo Cittá.

Por outro lado, eles vão poder desfrutar de acelerar um carro de ponta em uma longa reta, podendo tentar chegar ao limite de velocidade do carro.

PARCEIROS