Garanta Seu Ingresso

Challenge: Edu Azevedo vence pela 1ª vez em 2013 e disputa pelo título entre Schneider e Ometto fica mais apertada

Ficou para este domingo a decisão do título da Porsche Challenge. Eduardo Azevedo confirmou o favoritismo conquistado após obter a pole position para as duas provas deste final de semana: venceu de ponta e fez a melhor volta. O campeonato será decidido neste domingo entre o líder Daniel Schneider (sexto colocado na prova deste sábado) e Rodolfo Ometto (terceiro). A corrida decisiva será transmitida ao vivo pelo portal Terra, que mostrará a prova das categorias Challenge e Light a partir das 10:30 e a da Cup às 11:30

Azevedo e Ometto, ocupantes da primeira fila, mantiveram as duas primeiras colocações após a largada. Azevedo liderou toda a corrida com tranquilidade, enquanto Ometto, nas voltas finais, passou a ser ameaçado por Franco Giaffone, que ganhou a posição a três voltas do final. Schneider, por sua vez, teve uma corrida difícil: “encaixotado” após a largada, caiu para o décimo lugar e precisou lutar muito para terminar em sexto. O pódio foi completado por Otávio Mesquita, quarto, e Gilberto Farah, quinto.

A classe Light, que faz provas extracampeonato, terminou com uma dobradinha catarinense, com James Ramos à frente do estreante Kreis Júnior. James, assim como Azevedo, fez a pole e liderou toda a corrida em sua classe, enquanto Kreis chegou ao segundo lugar depois de muita briga com Renato Benedetto, Tom Filho, Rodolfo Toni e Guto Oni. Este último se atrasou ao rodar e deixou o sexto lugar para Rodrigo Souza.

“Foi uma prova muito boa, muito bacana”, afirmou Azevedo. O Rodolfo largou melhor que eu, mas eu pensei que se eu perdesse a posição para ele não conseguiria passar de novo. Eu sabia que ele não iria vir com tudo porque está disputando o campeonato, enquanto eu não tinha nada a perder. Tentei abrir para poder poupar um pouco o carro para a prova de amanhã. Vvou tentar mais uma vitória”, declarou o vencedor.

Mesmo com provas problemáticas, os dois postulantes ao título mantiveram a tranquilidade. “Larguei em segundo, mas cometi um erro e o Franco (Giaffone) chegou. Não sei se pelo calor, mas todo mundo começou a perder aderência”, afirmou. Sobre a luta pelo título, brincou com Schneider, com quem conversava: “Agora o Schneider está assim, todo animadinho, mas a corrida só acaba na bandeirada”, desafiou.

Schneider, por sua vez, explicou o mau começo de prova: “O Otávio largou muito mal, nada demais. Coloquei por dentro, até daria para passar, mas preferi não arriscar. Quando quis voltar, vinha um bloco de carros e fiquei em má posição na pista, não tinha como sair do bolo. O carro não estava muito bom, achei que com a queda da temperatura da pista ia melhorar, mas errei um pouquinho no ajuste do carro e não foi isso que aconteceu. Mas deu tudo certo. Pense bem: no final da primeira volta, ele (Rodolfo Ometto) estava em segundo e eu em décimo. No final, ele ficou em terceiro e eu em sexto”.

Neste domingo, Schneider precisa de um quarto lugar para ser campeão sem se preocupar com o resultado de Ometto. Se o atual líder não pontuar, um sexto lugar será suficiente para Ometto ficar com a taça.

Resultado final da prova 15 da Porsche Challenge
1) 88-Eduardo Azevedo, 16 voltas em 27:35.472, média de 149,926 km/h
2) 3-Franco Giaffone, a 2.964
3) 8-Rodolfo Ometto, a 4.859
4) 51-Otavio Mesquita, a 7.212
5) 81-Gilberto Farah, a 9.496
6) 77-Daniel Schneider, a 11.718
7) 63-Fabio Alves, a 13.265
8) 18-Carlos Ambrósio, a 25.989
9) 10-Carlos Silveira, a 36.992
10) 31-Marcello Sant’Anna, a 37.295
11) 15-James Ramos (L), a 54.319
12) 71-Kreis Júnior (L), a 59.619
13) 82-Renato Benedetto (L), a 1:03.074
14) 19-Tom Filho (L), a 1:04.524
15) 53-Rodolfo Toni (L), a 1:08.586
16) 35-Rodrigo Souza (L), a 1:22.952
17) 58-Jorge Gomez (L), a 1:23.482
18) 93-Guto Oni (L), a 1:23.684
19) 55-Xarlis Mud (L), a 1:33.085
21) 28-Luiz Oliveira (L), a 1 volta
Não classificados
22) 16-Ludovico Pezzangora, a 12 voltas
23) 17-Marcelo Stallone, a 15 voltas
Melhor volta: Eduardo Azevedo, 1:42.443, média de 151,424 km/h, na 4ª volta

Classificação do campeonato após 15 de 16 provas
1) Daniel Schneider, 225 pontos; 2) Rodolfo Ometto, 204; 3) Carlos Ambrósio, 156; 4) Gilberto Farah, 148; 5) Otávio Mesquita, 146; 6) Franco Giaffone, 138; 7) Eduardo Azevedo, 127; 8) Fábio Alves, 125; 9) Marcello Sant’anna, 95; 10) Marcelo Stallone, 90; 11) Carlos Silveira, 65; 12) Ludovico Pezzangora, 48; 13) Johnny Freire, 45; 14) Ipe Ferraiolo, 44; 15) Guilherme Ribas, 36; 16) Tom Filho, 32; 17) Luiz Arruda, 31; 18) James Ramos, 30; 19) Elias Azevedo, 24; 20) Christian Pons, 24; 21) Caê Coelho, 22; 22) Rodolfo Toni, 21; 23) Renato Benedetto, 21; 24) Rodrigo Mello, 19; 25) Alan Turres, 18; 26) Vitor Scheid, 17; 27) Rodrigo Souza, 17; 28) Luís Carvalho, 16; 29) Rick Lisboa, 12; 30) Peter Ficker, 12; 31) Valter Rossette, 10; 32) Christian Germano, 9; 33) Guto Oni, 9; 34) Mayara Bianchi, 7; 35) Roberto Mello, 6; 36) Tiozinho Marangoni, 6; 37) Joca Silveira, 5; 38) Kreis Júnior, 5; 39) Gonzalo Patoqui, 5; 40) Rogério Wehmuth, 4; 41) Sérgio Laganá, 3; 42) Zé Ricardo Viana, 2; 43) Esio Vichiese, 2; 44) Carlos Baptista, Jorge Gomez, Alejandro Pimentel, Xarlis Mud, Du Rocha, Luiz Oliveira, Luiz Elias, Orlando Bolzan Neto e Marcos Baumgart, sem pontos.

PARCEIROS