Redes Sociais Porsche GT3 Cup
Notícias | 2017
Equilíbrio marca quali da Challenge em Goiânia

Pole position só foi definida nos segundos finais, com Eloi Khouri e Esteban Guerrieri garantindo o primeiro lugar em disputa contra Dominique Teysseyre e Fábio Carbone. “Estou muito feliz. Tinha de baixar um décimo, então, tive de buscar um pouco mais. Consegui. Estou muito contente”, disse Guerrieri. Veja declarações dos pilotos Challenge.


06/10/2017 - 21:25
Com uma diferença de 7 milésimos, dupla formada por Eloi Khouri e Esteban Guerrieri conquista pole no último instante do treino classificatório.

Um treino muito equilibrado do começo até os segundos finais. Isso resume bem como foi a classificação da classe Challenge para a etapa de Goiânia (GO) da Endurance Series, da Porsche Império GT3 Cup, nesta sexta-feira. E no fim, a garra do argentino Esteban Guerrieri fez a diferença na parceria com Eloi Khouri. Pior para Dominique Teysseyre e Fábio Carbone, que ficaram muito perto da pole position, mas tiveram de se contentar com o segundo lugar.

“Estou muito feliz. Tinha de baixar um décimo, então, tive de buscar um pouco mais. Consegui. Estou muito contente. A corrida vai ser longa, de muita resistência e de concentração”, comentou Guerrieri.

O argentino não chegou a fazer a melhor volta no Grupo B da Challenge. Mesmo assim, fez o suficiente para colocar sua dupla na primeira colocação. E a volta que garantiu a liderança só foi alcançada nos segundos finais da classificação. Na primeira parte da atividade, Eloi Khouri já tinha feito sua parte com o melhor tempo entre pilotos regulares da classe.

“Minha primeira volta foi boa, não errei nada, mas sabia que o tempo estava alto. Dei mais um giro e baixou um pouco mais. Vi que era o limite do carro e decidi entrar nos boxes para conservar o equipamento”, avaliou Khouri.

Vale lembrar que Eloi já tinha saído na pole position na etapa de abertura do campeonato de longa duração, no Velo Città, em Mogi Guaçu (SP). Na ocasião, ele correu ao lado de Marco Cozzi.

Em sua primeira participação na Endurance Series na temporada, Fábio Carbone foi o mais veloz na Challenge. E nem o fato de perder a pole position desanimou.

“Consegui fazer uma bela volta. Dominique (Teysseyre) deu uma melhorada impressionante. Na média, ficamos perto do pessoal. Como a corrida é longa, é fazer volta a volta, sem errar. Acho que temos uma chance”, comentou.

Os qualis

Grupo A
O treino classificatório para a etapa de Goiânia da Endurance Series começou com competidores regulares da classe Challenge na pista. Logo no início da atividade, a maioria dos competidores deixou os boxes para buscar o melhor tempo. Com os carros juntos no início, o clima até parecia de corrida.

Assim como aconteceu na prova de abertura do campeonato de longa duração, no Velo Città, em Mogi Guaçu (SP), Eloi Khouri logo marcou a volta mais rápida, com o tempo de 1m29s436, mostrando que andar abaixo de 1m30 poderia garantir o tempo mais rápido. Ele manteve mais de meio segundo de vantagem em relação aos adversários na maior parte do tempo, até que Tom Filho marcou 1m29s724, e Sérgio Maggi cravou 1m29s780.

Foram os três competidores a andarem na marca de 1m29 na primeira parte da classificação.

Grupo B
A segunda parte da classificação da Challenge foi muito acirrada do início ao fim. Logo no começo, Esteban Guerrieri assumiu a primeira colocação, andando abaixo de 1m30, seguido por Dennis Dirani. No entanto, a liderança não foi mantida por muito tempo. Isso porque, Fábio Carbone fez o tempo de 1m27s968 e chegou na ponta, sendo o único da classe a andar abaixo de 1m28. Um resultado que garantia a melhor marca do dia na somatória entre os dois pilotos.

Mas Guerrieri não se deu por vencido. O argentino usou todo o tempo da classificação para retomar a liderança na somatória. E nos segundos finais, conseguiu: 1m28s970, o que não valeu a melhor marca do Grupo B, mas garantiu a pole.

Declarações dos demais pilotos

“É uma posição boa, o ritmo não foi o esperado na classificação. A dupla do Esteban com o Eloi é muito boa, é difícil disputar com eles. Mas vamos para a corrida. Largamos no quarto lugar no Velo Città, a corrida é longa. Vamos torcer e arrumar direitinho o carro para estar bem equilibrado para a corrida”
Dennis Dirani

“Conseguimos tirar o que dava, foi o máximo que podíamos fazer. Foi uma administração de expectativas. Ficamos em quarto. Eu e Rodrigo (Mello) estamos constantes, temos uma média boa. É uma corrida cerebral, temos de andar com os caras e nos manter na prova. O título esse ano é difícil pela qualidade das duplas que estamos vendo. Eloi (Khouri) se fortaleceu ainda mais. Temos de continuar vivos. E não esquecer que a última etapa vale mais pontos”
Tom Filho

Mais Lidas
Últimas Notícias

Receba nossa Newsletter

Preencha seu email e receba nossa newsletter


fotoSidebar
videoSidebar
Parceiros