Redes Sociais Porsche GT3 Cup
Notícias | 2017
Felipe Nasr e Ingo Hoffmann se destacam com o quarto lugar na Cup

Com passagens pela Fórmula 1, pilotos usaram a experiência para superar adversários e atingir uma boa colocação na primeira etapa de Endurance. Hoffmann ainda homenageou o filho após o resultado


16/09/2017 - 20:03
Felipe Nasr e Ingo Hoffmann terminaram a prova no Velo Città na quarta posição

Os 39 anos de diferença na idade não prejudicaram Ingo Hoffmann (64 anos) e Felipe Nasr (25) na primeira etapa de Endurance da Porsche Império GT3 Cup, neste sábado, no Velo Città, em Mogi Guaçu (SP). Convidados para disputar a prova de abertura do campeonato de longa duração na classe Cup, os dois pilotos mostraram muita sintonia desde o início dos trabalhos nos treinos livres. E foram recompensados com a quarta colocação na disputa.

“Foi fenomenal, um momento emocionante, acho que das duas partes. Poder compartilhar um momento como esse com ele. É um momento especial. Nunca tinha disputado a categoria, entrado em um carro de turismo e andado nessa pista. Isso pegou a gente de surpresa. Está todo mundo feliz. A categoria é fantástica, o evento tem um potencial enorme, o ambiente… Tudo o que vi foi positivo. O meu esforço, do Ingo e dos mecânicos valeu muito”, afirmou Nasr.

O ex-piloto da Fórmula 1 não disputava uma corrida no país desde o GP do Brasil de 2016.

Ingo também estava longe das competições faz algum tempo. Com uma passagem pela Fórmula 1 e 12 títulos da Stock Car na bagagem, ele sentiu um pouco falta de ritmo. Mas nada que atrapalhasse muito. Se não bastasse, desde o início das atividades no Velo Città, foi um dos pilotos mais celebrados pelos demais competidores.

“Meu sonho era chegar em quinto, isso antes de começar os treinos. Quando comecei a andar no carro, pensei que seria difícil, porque vi que estava devendo. Não estou andando no que poderia andar. Classificamos em 13o e pensei que a chance de andar entre os cinco primeiros tinha evaporado. Mas graças à estratégia e à guiada do Felipe, que fez 60% a 70% da corrida, alcançamos a quarta colocação, o que foi fantástico”, celebrou Ingo, que fez questão de homenagear o filho Robert, morto em dezembro de 2015 por conta de um tumor cerebral.

“Cheguei em quarto e homenageei meu filho, que trabalhava comigo no Velo Città por muito tempo. Ele faleceu um ano e meio atrás. Então, essa é para ele”

Mais Lidas
Últimas Notícias

Receba nossa Newsletter

Preencha seu email e receba nossa newsletter


fotoSidebar
videoSidebar
Parceiros